nsc
an

Estelionato

Dupla é presa em flagrante suspeita de tentar aplicar golpe do cartão clonado em Joinville

Homens foram detidos na casa da idosa em que tentaram aplicar o golpe

23/09/2021 - 07h58 - Atualizada em: 23/09/2021 - 08h07

Compartilhe

Por Sabrina Quariniri
Dupla foi presa na quarta-feira no bairro Boa Vista, em Joinville
Dupla foi presa na quarta-feira no bairro Boa Vista, em Joinville
(Foto: )

Dois homens foram presos em flagrante pela Polícia Civil na quarta-feira (22) suspeitos de tentarem aplicar o golpe do cartão clonado em uma idosa moradora do bairro Boa Vista, na zona Leste de Joinville.

> Acesse para receber notícias de Joinville e região pelo WhatsApp

De acordo com a Polícia Civil, a dupla de estelionatários contataram a vítima pelo telefone fixo e se identificaram como funcionários de uma agência bancária. Durante a ligação, os criminosos questionaram se a idosa teria realizado movimentações atípicas no seu cartão de crédito e a mulher negou o fato. Em seguida, o golpista orientou a idosa a ligar no número de telefone que consta no verso do cartão de crédito, para efetuar o cancelamento.

No entanto, o criminoso não desligou o telefone e segurou a ligação, para que, desta forma, mesmo sendo feita a discagem para o número existente no verso do cartão, a vítima acreditasse que tinha ligado para o banco. Foi neste momento que outro golpista entrou na cena e se passou por atendente da instituição bancária, o que, segundo a polícia, dá mais credibilidade ao golpe.

Durante o contato, os criminosos solicitaram os dados bancários e pessoais, inclusive senhas, e em seguida fizeram a vítima acreditar que seu cartão havia sido clonado, informando que enviariam um funcionário do banco para recolher o cartão.

Nesse momento, a vítima percebeu que se tratava de um golpe e acionou a Polícia Civil, que chegou a tempo de flagrar os suspeitos. A dupla tentou fugir, mas foi capturada pelos policiais.

Durante a revista pessoal, os policiais encontraram celulares, dinheiro e uma máquina de cartão de crédito junto aos suspeitos. Eles foram encaminhados para a sede da Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Joinville e autuados em flagrante pelo crime de tentativa de estelionato.

O Delegado Rafaello Ross reforça a necessidade de atenção em casos semelhantes e esclarece que agências bancárias não solicitam senhas e dados pessoais por telefone, tampouco enviam funcionários para retirada de cartões em residências.

Leia também:

Projeto em Joinville quer obrigar agressores de animais a ressarcir custo com tratamento

Por que radares do trânsito de Joinville só devem voltar em 2022

Joinville salta de 408 para 1,2 mil casos ativos de Covid após erro em sistema

Joinville vê retorno seguro de alunos às aulas presenciais; pais e especialista avaliam modelo

Ainda em patamar alto, Joinville tem queda nas ausências na segunda dose da vacina contra Covid

Colunistas