A revolucionária brasileira Anita Garibaldi ficou marcada na história do país, especialmente na região Sul, por sua participação na “Revolução Farroupilha”. Nascida em Laguna, no Sul de Santa Catarina, ela se casou com o italiano Giuseppe Garibaldi e teve quatro filhos. A história sobre os descendentes de Anita ainda é, em partes, um mistério.

Continua depois da publicidade

Entre na comunidade exclusiva de colunistas do NSC Total

Confira registros sobre a pesquisa


O historiador urussanguense Adilcio Cadorin pesquisa sobre a vida da heroína há mais de 40 anos. Hoje, segundo o pesquisador, não existem descendentes diretos de Anita Garibaldi no Brasil.

FOTOS: Como e quando visitar os museus de Laguna, no Sul de SC

Continua depois da publicidade

— Descendentes diretos de Anita Garibaldi no Brasil não existem, só os descendentes dos irmãos e das irmãs dela, principalmente. Eram dez irmãos, alguns morreram e outros deixaram uma prole enorme. Os descendentes colaterais dela estão aqui — comenta Cadorin.

Descendentes na Europa

Anita, cujo nome verdadeiro era Ana Maria de Jesus Ribeiro, nasceu em 30 de agosto de 1821, em Laguna. Em 1847, foi para a Europa acompanhada dos filhos e faleceu em 4 de agosto de 1849, na cidade de Mandriole, na Itália. Por esse motivo, grande parte de seus descendentes diretos estão em países europeus.

Há 30 anos, eclipse total do sol fez olhares do Brasil se voltarem para o céu de Criciúma

Na obra “Anita: Guerreira das Repúblicas da Liberdade”, Cadorin apresenta os descendentes diretos da heroína até a terceira geração, todos já falecidos. Com Giuseppe Garibaldi, ela teve quatro filhos: Menotti, Ricciotti, Teresita e Rosita. Essa última morreu com apenas dois anos de idade.

Teresita foi a que mais teve filhos, 16 herdeiros no total. Enquanto Ricciotti teve oito e Menotti, seis. A italiana Annita Garibaldi Jallet, neta de Ricciotti, é uma das poucas bisnetas da revolucionária que ainda vive.

Continua depois da publicidade

— O Garibaldi teve filhos com outras mulheres. Depois da Anita, Garibaldi casou mais duas vezes. O segundo casamento dele terminou na porta da igreja, durou meia hora. No terceiro casamento, ele teve três filhas, duas mulheres e um homem, mas nenhum deles gerou descendentes. Atualmente, descendente do Garibaldi foi somente com Anita — detalha o historiador.

Leia mais

Arqueólogos descobrem nova hipótese sobre ocupação do litoral catarinense

Fotos antigas mostram como era a principal avenida de Criciúma há mais de 40 anos

Destaques do NSC Total