nsc
    hora_de_sc

    Alerta

    Ao menos 3 cruzeiros com surto de coronavírus tiveram moradores de Florianópolis entre passageiros

    Vigilância Epidemiológica alerta para necessidade de isolamento e atenção a possíveis sintomas 

    27/03/2020 - 14h21 - Atualizada em: 27/03/2020 - 14h28

    Compartilhe

    Por Guilherme Simon
    Navio Costa Fascinosa
    O navio Costa Fascinosa é um deles
    (Foto: )

    A Vigilância Epidemiológica de Florianópolis informou nesta sexta-feira (27) que ao menos 3 cruzeiros com surto de coronavírus tiveram moradores da Capital entre os passageiros. A orientação é para que eles permaneçam isolados e, caso apresentem sintomas, procurem o órgão.

    Dois dos passageiros destes navios já identificados, moradores da Capital, tiveram diagnóstico confirmado de coronavírus, e há outros casos em investigação, informou ainda a assessoria da Secretaria de Saúde.

    O primeiro surto foi no Navio Costa Fascinosa em um cruzeiro que iniciou no dia 8 de março no Porto de Santos, com desembarque no mesmo local no dia 14 de março de 2020. O navio fez o seguinte itinerário: Porto de Santos, Búzios, Salvador, Ilha Bela e retorno para Santos. O surto nesse navio já havia sido comunicado pela prefeitura na semana passada.

    > Em site especial, saiba tudo sobre o novo coronavírus

    Agora, outros dois cruzeiros foram identificados. O segundo surto de covid-19 em investigação é em um cruzeiro também do Navio Costa Fascinosa, que ocorreu de 14 a 17 de março. Ele saiu do Porto de Santos com o seguinte itinerário: Porto de Santos, Balneário Camboriú, Ilha Bela e retorno para Santos. O terceiro navio com surto de coronavírus é um Costa Favolosa. O cruzeiro percorreu o Caribe durante março deste ano.

    Orientações

    A Secretaria de Saúde da Capital orienta que os moradores que estiveram nos cruzeiros adotem restrição ao domicílio por 14 dias, conforme as recomendações do Decreto do Município de Florianópolis número 21354 de 18 de março de 2020.

    Devem entrar em contato com a Gerência de Vigilância Epidemiológica de Florianópolis pelo telefone (48) 3212-3912 aqueles que apresentarem alguns dos sintomas: febre igual ou acima de 37,8, sintomas respiratórios (tosse, cansaço, dificuldade para respirar, coriza, dor de garganta ou falta de ar) e diarreia.

    Para os passageiros dos cruzeiros acima que moram em outras cidades catarinenses, a recomendação é para que entrem em contato com as autoridades sanitárias dos respectivos municípios.

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Saúde

    Colunistas