A equipe de Arthur Picoli, participante do BBB 21, declarou que já acionou a Justiça contra um promotor de eventos que afirmou que o instrutor de crossfit trabalha como garoto de programa – as informações são do UOL. Em uma série de stories no Instagram, o promotor Flávio Gustavo afirmou, sem apresentar provas, que conhece Arthur há tempos, e que o brother teria até mesmo tido um relacionamento com um diretor da Globo.

Continua depois da publicidade

– Esse Arthur, ele se acha, eu conheço ele, viu? E conheço de outros carnavais, literalmente: conheci em um carnaval e conheço ele de outras fitas – afirmou o promotor. – Teve vários nudes do Arthur aqui, já mostrei para alguns amigos meus gays e para algumas amigas minhas. O negócio dele é job, fazia programa, foi para o Rio, saiu com um diretor da Globo, todo mundo sabe. Eu tinha conversas com ele no WhatsApp, eu tenho conversas no direct com ele, eu poderia ter mandado para sites de fofoca e não mandei. O trouxa nem apagou as conversas.

– Ele é escroto mesmo; é gente boa, mas é de brigar, é de xingar as pessoas – continuou Flávio. – Ele é tudo isso; eu conheço, estou falando de alguém que eu conheço. Ele é essa pessoa, de gritar com mulher. O babado dele é job, ele fez muito para entrar no Big Brother.

> BBB 21: Thaís imita Juliette, faz cara de nojo e diz que sister “se acha”

Em seguida, a publicação contava com prints de supostas conversas com Arthur.

Continua depois da publicidade

– A equipe do Arthur mandou um direct falando que eu vou ser processado por dois artigos e eu vou passar para o meu advogado, apesar de achar que não precisava disso – publicou o promotor no dia seguinte. – Eu já tinha seguidores, para mim isso vem a agregar. Entendam como quiser. Eu quis falar da pessoa que eu conheci. É um burburinho que surgiu e surgiu de mim, eu dei a minha cara, não coloquei um fake, eu sou um cara que eu sei o que eu falo.

> Rodolffo fala sobre polêmica na Ana Maria Braga: “Pode ter sido a ponte de ensino para pessoas que ainda são desinformadas”

Ainda segundo o UOL, a equipe de Arthur afirmou que as medidas cabíveis já estão sendo tomadas, e que foi orientada pelo seu departamento jurídico a não se pronunciar sobre o assunto.

Destaques do NSC Total