nsc
santa

Quadrilha

Assaltantes de motoristas de aplicativo são presos em SC durante operação policial

Grupo é apontado como responsável pelo roubo de pelo menos quatro veículos nos últimos meses

20/11/2021 - 09h37

Compartilhe

Redação
Por Redação Santa
Mandados de prisão foram cumpridos nesta sexta-feira (19)
Mandados de prisão foram cumpridos nesta sexta-feira (19)
(Foto: )

Dois suspeitos que participavam de uma quadrilha especializada em roubo de carros de motoristas de aplicativo foram identificados e presos pela Polícia Civil nesta sexta-feira (19). As prisões do homem de 37 anos e da mulher de 34 anos ocorreram em Itajaí e Camboriú. 

> Receba notícias do Vale do Itajaí pelo WhatsApp

Após quatro meses de investigação, a polícia concluiu que quatro homens e duas mulheres participavam do grupo criminoso e que eles foram os responsáveis pelo roubo de ao menos quatro veículos nos últimos meses. 

Segundo a Polícia Civil, a série de assaltos teve início no dia 4 de junho, quando um motorista de aplicativo de Blumenau foi acionado para fazer uma corrida até Gaspar. No caminho, os três passageiros, que estavam armados, anunciaram o assalto e roubaram o carro, aparelho celular e R$ 300.

No dia 16 de junho, em Blumenau, outro motorista de aplicativo foi roubado por dois homens. Os criminosos solicitaram a corrida e, no percurso, anunciaram o assalto com uma arma de fogo. O homem teve o veículo, aparelho celular e R$ 100 levados pelos assaltantes.

Já no dia 21 de junho, após uma perseguição de alguns quilômetros, três homens tentaram roubar um veículo na BR-470. A vítima quis fugir do local, mas foi impedida quando teve o carro atingido por nove tiros.

> Assassinato de motorista de aplicativo após assalto em São José tem quatro suspeitos; vítima era do Egito

O outro motorista que foi alvo dos criminosos é de de Gaspar. Ele foi roubado no dia 4 de julho depois de ter sido acionado para atender uma corrida com destino a Ilhota. Durante o percurso, ainda em Gaspar, um homem anunciou o assalto com arma de fogo e levou o veículo e um aparelho celular da vítima. 

Segundo a Polícia Civil, as diligências não foram encerradas e o objetivo é prender os demais integrantes da quadrilha.  

Leia também

Itajaí conclui investigação sobre abordagem de guardas a ambulante, mas mantém detalhes em sigilo

Acusada de matar grávida em Canelinha vai a júri popular na próxima semana

Vídeos bizarros de falsa freira que na verdade é homem revelam cirurgias ilegais em SC

Colunistas