O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, disse nesta quinta-feira (27), que que os autotestes de Covid-19 no país, caso aprovados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), não serão distribuídos pelo SUS e estarão disponíveis apenas em farmácias.

Continua depois da publicidade

> Receba as principais notícias de Santa Catarina pelo Whatsapp

De acordo com o ministro, os autotestes vão facilitar o acesso ao teste de Covid-19 e, com isso, será possível “um acompanhamento adicional do ritmo da pandemia”.

No dia 19 de janeiro, a Anvisa decidiu adiar a decisão de autorizar ou não a liberação do autoteste no país. Em reunião, o órgão pediu mais informações ao Ministério da Saúde.

> Anvisa adia aprovação de autotestes e pede mais informações ao governo

Continua depois da publicidade

Até o momento, a testagem no Brasil está centrada em clínicas, farmácias e serviços públicos. Porém, o país não consegue atender a demanda devido ao aumento no número de casos da doença. A nova votação está marcada para esta sexta-feira (28), às 10h.

Confira como funciona o autoteste

O paciente compra o kit de autoteste em farmácias e faz a coleta da secreção sem a necessidade de um profissional de saúde. Após a coleta da secreção, feita pelo nariz ou boca, o cotonete passa por um processo químico, que indicará a positividade da doença.​

> Autoteste de Covid-19: saiba como funciona

O resultado positivo acontece quando dois risquinhos aparecem na lâmina de teste. A orientação é que a partir desse resultado, o paciente procure uma unidade de saúde para a comprovação da doença e medidas preventivas.

Leia também

Por que vacinar crianças contra Covid? 5 perguntas e respostas sobre o tema

Continua depois da publicidade

Anvisa barra spray nasal israelense contra Covid-19

Tudo sobre a Flurona: dupla infecção de Covid-19 e Influenza

Destaques do NSC Total