nsc
dc

Benefício

Auxílio-emergencial: Veja as datas dos saques desta semana

Nascidos entre julho e novembro podem sacar a quantia até sexta-feira (14)

10/05/2021 - 10h36 - Atualizada em: 01/07/2021 - 09h35

Compartilhe

Maria Eduarda
Por Maria Eduarda Dalponte
Saques da primeira parcela do auxílio emergencial se encerra na segunda-feira (17)
Saques da primeira parcela do auxílio emergencial se encerra na segunda-feira (17)
(Foto: )

A liberação dos últimos saques da primeira parcela do auxílio emergencial 2021 acontece durante esta semana. O depósito do benefício foi feito nas contas digitais pela Caixa Econômica Federal até 29 de abril. Agora, nesta etapa, o banco autoriza a transferência e o saque da quantia; veja calendário:

Segunda-feira (10): beneficiários nascidos em julho

Terça-feira (11): beneficiários nascidos em agosto

Quarta-feira (12): beneficiários nascidos em setembro

Quinta feira (13): beneficiários nascidos em outubro

Sexta-feira (14): beneficiários nascidos em novembro

Aqueles que nasceram no mês de dezembro poderão sacar o auxílio na segunda-feira (17).

> Auxílio Emergencial 2021: saiba como sacar

> Receba as notícias do NSC Total no WhatsApp

Na fase de pagamentos, os beneficiários recebem a quantia nas contas poupança digitais e podem movimentar o valor pelo aplicativo Caixa TEM para pagamento de boletos, compras na internet e pelas maquininhas em mais de um milhão de estabelecimentos comerciais. Com a liberação dos saques e transferências não há restrições para a utilização do dinheiro.

O saque pode ser feito em caixa eletrônico, lotéria e correspondente Caxa Aqui — para isso, porém, é preciso gerar um código no aplicativo Caixa Tem (aprenda a sacar o benefício). Em caso de dúvidas, a central telefônica 111 da Caixa funciona de segunda a domingo, das 7h às 22h. Além disso, o beneficiário pode consultar o site auxilio.caixa.gov.br.

> Auxílio emergencial de Floripa será votado nesta semana

Os pagamentos da segunda parcela do benefício, com depósito nas contas digitais, começam em 18 de maio para o público do Bolsa Família e em 16 de maio para os demais beneficiários. A cada novo ciclo de pagamento o governo fará um pente fino nos cadastros para verificar se o trabalhador cumpre os critérios para receber o auxílio. Caso em um segundo mês haja irregularidade ou inconsistências nos dados, o auxílio emergencial será cancelado e o trabalhador poderá contestar.

*Sob supervisão de Raquel Vieira

Leia também

Carro capota e fica destruído, mas motorista sai andando

Novo lote de vacina da Pfizer chega a SC nesta segunda-feira

"Nunca vou ouvi-la dizer mãe": a tristeza após ataque no Oeste

Colunistas