nsc

publicidade

Avaí perde para Santos e chega a sete jogos sem vencer no Brasileirão 2019

06/11/2019 - 23h52

Compartilhe

João Lucas
Por João Lucas Cardoso
Santos vence o Avaí pelo Brasileirão 2019, na Ressacada
Santos vence o Avaí pelo Brasileirão 2019, na Ressacada
(Foto: )

O Avaí perdeu por 2 a 1 para o Santos pelo Brasileirão 2019, na noite desta quarta-feira. O jogo na Ressacada foi de um Leão competitivo, que jogou boa parte do segundo tempo com um jogador a mais, embora já estivesse atrás pelo placar construído no primeiro tempo. A luta da equipe azurra, no entanto, não foi o bastante para dar fim à série de derrotas.

São sete derrotas seguidas do Avaí na Série A, e o time está estacionado nos 17 pontos na lanterna. O Peixe continua na caça do vice-líder Palmeiras.

A 32ª rodada do Brasileirão 2019 será fechada pelo Avaí. A equipe azurra estará no Engenhão para enfrentar o Botafogo, às 20h de segunda-feira, Já o Santos volta a jogar como visitante no sábado, às 17h, na abertura da rodada. O adversário é o Goiás, no Serra Dourada.

O jogo

De primeiro tempo muito movimentado. Ainda antes do primeiro minuto, o Avaí quase abriu o placar. Mesmo sem ângulo, Jonathan mandou cruzada com endereço certo e que fez Éverson trabalhar. Depois, o Peixe se adiantou para tomar conta do campo de ataque. Com menos de 10 minutos chegou ao gol.

Depois de escanteio, Marinho finalizou sobre a defesa para virar assistência para Eduardo Sasha. Ele bateu contra o gol e comemorou o placar aberto. Pouco depois, o Santos deu uma chance clara ao Avaí, que desperdiçou. O goleiro Everson saiu da área e não suportou a pressão de Jonathan, que encontrou Julinho. O lateral que jogou como meia mandou de longe e não achou nada.

Diferente do que fez Marinho. O atacante do Santos aparou bola no lado direito e arrastou a bola para da frente da área. Dali mandou chute rasteiro que foi no cantinho de Lucas Frigeri, aos 23. Atrás no placar, o Avaí se abriu. O Leão começou no 3-6-1, com quatro volantes, Então o zagueiro Zé Marcos saiu para a entrada do meia-atacante João Paulo.

O Leão tentou outra vez com surpresa para o goleiro. Aos 33, quando Richard Franco tomou a bola no meio de campo, viu Everson adiantado e arriscou. Ele se recuperou e não permitiu que a rede balançasse. Mas no lance seguinte, porém, o barbante chacoalhou. A bola levantada na área foi rebatida pela defesa do Peixe. Cinco minutos depois de entrar em campo, João Paulo emendou a fatiada na frente da área que só parou dentro: 2 a 1.

O ritmo da partida não foi o mesmo no começo do segundo tempo. Por isso o técnico Evando mexeu no Avaí. Tirou Julinho, que jogava pelo meio, para a entrada de Vinícius Araújo, aos 11. Instantes depois, o Leão achou uma escapada boa com Jonathan. Ele partia em disparada para entrar na área quando foi tocado por trás por Gustavo Henrique. O zagueiro do Santos foi expulso no ato.

Com um jogador a mais, o Leão tentou ser mais ofensivo com a troca do volante Luanderson pelo meia Gegê. Ele um gol claro instantes depois de entrar em campo. Vinícius Araújo foi no fundo e botou rasteiro na área. Gegê estava sozinho e furou o chute. A vantagem na quantidade de jogadores, porém, não pôde ser aproveitada até o fim. Aos 40, Léo recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso.

Com a vantagem e o jogo sob controle, o Santos fez o tempo passar para consolidar a sétima derrota seguida do Avaí no Brasileirão 2019.

Avaí 1 x 2 Santos

AVAÍ

Lucas Frigeri; Eduardo Kunde, Betão e Zé Marcos (João Paulo); Léo, Luanderson (Gegê), Pedro Castro, Richard Franco, Julinho (Vinicius Araújo) e Igor Fernandes; Jonathan. Técnico: Evando.

SANTOS

Éverson, Pará, Lucas Veríssimo, Gustavo Henrique e Jorge; Diego Pituca, Felipe Jonatan (Alison), Soteldo (Luiz Felipe) e Carlos Sanchez; Marinho e Eduardo Sasha. Técnico: Jorge Sampaoli.

GOLS: João Paulo, aos 34 do primeiro tempo (A). Eduardo Sasha, aos 8 do primeiro tempo, Marinho, aos 23 do primeiro tempo (S).

CARTÕES AMARELOS: Igor Fernandes e Léo, Luanderson e Richard Franco (A). Gustavo Henrique e Luiz Felipe (S).

EXPULSÕES: Léo (A) e Gustavo Henrique (S).

ARBITRAGEM: Marcelo de Lima Henrique, auxiliado por Luiz Claudio Regazone e Lilian da Silva Fernandes Bruno, com Rodrigo Nunes de Sa no VAR (quadro do RJ).

BORDERÔ: 4.820 torcedores para uma renda R$ 144.580.

LOCAL: Ressacada.

Leia mais notícias e opiniões sobre o Avaí no NSC Total.

Deixe seu comentário:

publicidade