nsc
dc

Acidente

Avião que transportava Gabriel Diniz voava em situação irregular 

Aeronave só poderia ser usada em treinamento, conforme site da Anac 

27/05/2019 - 14h57 - Atualizada em: 27/05/2019 - 16h53

Compartilhe

Por GaúchaZH
Aeronave só poderia ser usada em treinamento, conforme site da Anac
(Foto: )

A aeronave que transportava o cantor Gabriel Diniz, acidentada nesta segunda-feira (27), em Sergipe, não estava habilitada para conduzir passageiros. De acordo com a Polícia Militar, três pessoas morreram na queda da aeronave. O Corpo de Bombeiros e amigos do cantor confirmaram que ele está entre as vítimas.

O Piper prefixo PT-KLO, fabricado em 1974, tinha licença apenas para treinar pilotos. É possível verificar a situação da aeronave no site de consultas da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). No item Consultas, pelo qual é possível verificar a situação de qualquer avião, está grifado que essa aeronave tem "Operação Negada para táxi aéreo" - justo o serviço que ela estaria prestando ao cantor.

O avião conduzindo o cantor já havia pousado em Feira de Santana (BA) e voava sobre Sergipe quando se acidentou, em uma área de mangue. Inicialmente foi divulgado que se tratava de um bimotor (aeronave com dois motores), mas na realidade é um monomotor (tem um só motor). Era um avião de instrução e estava penhorado.

Testemunhas descreveram que o motor estava falhando, pouco antes da aeronave cair.

Deixe seu comentário:

Últimas notícias

Loading interface... Todas de Cotidiano

Colunistas