nsc
    santa

    Pandemia

    Blumenau descarta novas restrições e amplia atendimento a casos suspeitos de Covid-19 nos fins de semana

    Município deixa claro que medidas restritivas vêm do governo do Estado e que não vai determinar novos fechamentos, apesar do aumento de casos

    05/11/2020 - 10h34 - Atualizada em: 05/11/2020 - 10h57

    Compartilhe

    Augusto
    Por Augusto Ittner
    Blumenau passou da marca de 1 mil casos ativos de Covid-19.
    Blumenau passou da marca de 1 mil casos ativos de Covid-19.
    (Foto: )

    Blumenau descarta novas restrições para frear o avanço do novo coronavírus. Em coletiva on-line nesta quinta-feira (5), o prefeito Mário Hildebrandt (Podemos) deixou claro que o município apenas vai acatar o decreto do governo do Estado, que tem como base a matriz de risco para a Covid-19 — e que proíbe, por exemplo, aulas presenciais, cinemas, teatros, museus. Nesta quarta-feira (4), o Médio Vale voltou ao risco "grave", o que força a interrupção de algumas atividades econômicas e sociais.

    > Receba notícias de Blumenau e do Vale por WhatsApp. Clique aqui e entre no grupo do Santa

    A única mudança prática que ocorre neste início de novembro será a ampliação do atendimento para casos suspeitos aos fins de semana, nos Ambulatórios Gerais da Itoupava Central, Fortaleza e Velha, das 7h às 19h. Até então, apenas o AG do Centro, localizado na Rua República Argentina, prestava esse serviço aos sábados e aos domingos. Na coletiva, o secretário de Saúde, Winnetou Krambeck, sinalizou ainda o aumento nas equipes de atendimento, da testagem, e do time que monitora diagnósticos positivos.

    > Opinião: "Blumenau protela medidas restritivas na segunda onda do coronavírus"

    Questionado pelo Santa sobre por que o município não adotará medidas locais, apesar do avanço de casos, de diagnósticos ativos e de internações em UTIs, Krambeck destacou que a estrutura hospitalar está com níveis estáveis de ocupação e, por isso, não há necessidade de novas restrições.

    — Nos embasamos na situação da saúde hoje do município. Tínhamos um cenário diferente quatro meses atrás [com relação à ocupação das UTIs], e hoje temos outro — defende. Até esta quarta-feira (4), eram 22 pessoas internadas em leitos de terapia intensiva, o que corresponde a 23% da capacidade da rede hospitalar do município. Outros 30 pacientes estão em leitos de enfermaria, com quadro menos grave.

    Coronavírus em Blumenau

    Nesta quarta-feira Blumenau confirmou mais 198 diagnosticados com Covid-19. Dos 1.114 em tratamento 35 estão internados. Considerando os pacientes de outras cidades, são 22 pessoas em UTIs e 30 em enfermaria. A cidade ainda totaliza 14,9 mil recuperados e 162 mortes.

    O que pode e não pode em Blumenau

    Como a prefeitura descartou novas restrições em Blumenau, ficam valendo apenas aquelas determinadas pelo governo do Estado. Confira abaixo:

    Estão proibidos

    - Acesso de público a competições esportivas públicas ou privadas.

    - Aulas presenciais em todas as redes e para todos os níveis, com exceção do superior.

    - Cinemas, teatros, casas noturnas, museus e qualquer evento que resulte em reunião de público.

    - Conferências públicas ou privadas que acarretem aglomeração de pessoas.

    - Casas de shows, boates e pubs, festas particulares com aglomeração.

    - Concentração e permanência de pessoas em parques, praias e praças.

    - Conferências públicas ou privadas que acarretem aglomeração de pessoas.

    - Atividades em estabelecimentos que não estejam atendendo às normas sanitárias de prevenção ao coronavírus.

    Estão liberados

    - Aulas presenciais de reforço, desde que individuais.

    - Missas e cultos religiosos, com 50% da lotação máxima.

    - Academias com 50% da capacidade total.

    - Prática de esportes individuais em praias, praças e parques.

    - Restaurantes e lancherias desde que respeitado as regras sanitárias.

    - Funcionamento dos serviços públicos municipais, estaduais e federais de forma presencial, respeitado o limite de 30% do total de agentes públicos em exercício.

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Saúde

    Colunistas