nsc
    santa

    Calor 

    Blumenau registra sensação térmica de 46 ºC e tem tarde mais quente deste verão

    Combinação de altas temperaturas com umidade elevada resultou no forte calor sentido pelos blumenauenses. No Estado, sensação superou os 50 ºC em algumas cidades 

    18/02/2020 - 17h14 - Atualizada em: 18/02/2020 - 17h19

    Compartilhe

    Jean
    Por Jean Laurindo
    Calor em Blumenau
    Calor em Blumenau
    (Foto: )

    O calor intenso desta terça-feira registrou a maior sensação térmica deste verão em Blumenau.

    Segundo os dados do Alertablu, sistema municipal que monitora as condições climáticas da cidade, a sensação térmica chegou a 46 ºC na tarde desta terça. O maior número foi registrado na medição das 15h45min.

    A maior temperatura ocorreu meia hora antes, às 15h15min, quando os termômetros marcaram 37,2 ºC segundo os dados da estação do sistema municipal.

    Esta foi a maior sensação térmica da cidade neste verão. Na temporada do ano passado, a cidade chegou a registrar sensação térmica de 48 ºC, conforme a estação do Alertablu. A medição do Ceops, órgão ligado à Furb que também monitora a condição do tempo, apontou número ainda maior, de 51,3 ºC. Os números foram registrados em uma tarde que antecedeu um forte temporal.

    A estação do sistema é automática e fica localizada no Parque Ramiro Ruediger.

    O meteorologista do Alertablu, Allef Matos, explica que a combinação de calor com umidade relativa do ar mais alta provocou a forte sensação de calor vivenciada pelos blumenauenses na tarde deste domingo.

    Para os próximos dias, o clima de altas temperaturas deve continuar, segundo o meteorologista, mas o pico do calor nesta semana foi mesmo o registrado nesta terça-feira.

    A onda de calor afeta praticamente todo o Estado. Nesta terça-feira, Jaraguá do Sul registrou a maior sensação térmica do Estado, com 59 ºC. Em Gravatal, no Sul do Estado, a sensação foi de 56 ºC.

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Cotidiano

    Colunistas