nsc
dc

Nem-nem

Brasil tem 35% de jovens nem-nem: fora da escola e do trabalho

Dados são da Organização para a Cooperação do Desenvolvimento Econômico referente ao de 2020

21/09/2021 - 11h00

Compartilhe

Redação
Por Redação DC
Taxa de desemprego entre as pessoas que não concluíram o Ensino Médio aumentou para a faixa etária dos 25 aos 34 anos
Além disso, taxa de desemprego entre as pessoas que não concluíram o Ensino Médio aumentou para a faixa etária dos 25 aos 34 anos
(Foto: )

Uma pesquisa da Organização para a Cooperação do Desenvolvimento Econômico (OCDE) mostrou que o Brasil tinha 35,9% de jovens nem-nem, que não estavam nem estudando e nem trabalhando durante o ano de 2020. Antes da Pandemia, o indicador já era de 30,6%.

> Receba as principais notícias de Santa Catarina pelo Whatsapp

De acordo com estudos do Instituto de Pesquisas Socioeconômicas Aplicadas (IPEA), a maior incidência de jovens nem-nem no Brasil ocorre na região Nordeste, principalmente em cônjuges com filhos, e Ensino Fundamental incompleto.

Outro fator apurado na pesquisa da OCDE foi que a taxa de desemprego entre as pessoas que não concluíram o Ensino Médio aumentou para a faixa etária dos 25 aos 34 anos. 

Este indicador da OCDE está em convergência com a queda de inscrições e de comparecimentos às provas do Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja) em 2021. Dentre os 1,6 milhão de candidatos inscritos, apenas 29,5% compareceram às provas no dia 29 de agosto de 2021, provocando uma abstenção de 70,5%. 

Leia mais no Blog do Enem, parceiro do NSC Total.

Leia também

SC lança Bolsa Estudante de R$ 6 mil por ano para combater evasão escolar

Máscaras impróprias entregues para escolas de SC devem ser trocadas em até 5 dias

Secretário da Educação SC quer Bolsa Estudante ainda este ano

Colunistas