nsc
dc

Cinema

Brasil vai tentar vaga no Oscar 2022 com o filme "Deserto Particular"

Primeira lista de pré-selecionados ao prêmio será revelada em 21 de dezembro

17/10/2021 - 15h01

Compartilhe

Folhapress
Por Folhapress
Deserto Particular
"Deserto Particular" conta a história de Daniel, um ex-policial que mora em Curitiba e tem uma vida infeliz, até que parte numa jornada em direção ao sertão baiano à procura de Sara
(Foto: )

A Academia Brasileira de Cinema, a ABC, anunciou na sexta-feira (15) que o filme Deserto Particular, de Aly Muritiba, será o candidato oficial do Brasil para tentar uma vaga entre os indicados ao próximo Oscar de Melhor Filme Internacional.

> Saiba como receber notícias do NSC Total no WhatsApp

A escolha foi feita por uma comissão formada por profissionais do setor. Fazem parte do comitê de seleção o montador Felipe Lacerda, o produtor Leonardo Edde, o crítico Luiz Zanin, a produtora Paula Barreto, a atriz Virginia Cavendish, o diretor Allan Deberton e o diretor e roteirista Belisário Franca. Na disputa, estavam ainda os filmes 7 Prisioneiros, A Nuvem Rosa, A Última Floresta, Cabeça de Nêgo, Callado, Carro Rei, Cavalo, Doutor Gama, Limiar, Medida Provisória, Meu Nome É Bagdá, Por que Você Não Chora?, Selvagem e Um Dia Com Jerusa.

Deserto Particular conta a história de Daniel, um ex-policial que mora em Curitiba e tem uma vida infeliz, até que parte numa jornada em direção ao sertão baiano à procura de Sara, uma mulher com quem ele desenvolve uma relação amorosa a partir de aplicativos de mensagem. O filme foi exibido no último Festival de Veneza e integra a programação da Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, que começa nesta semana. A estreia de Deserto Particular no circuito está marcada para o dia 18 de novembro.

> Marcos DeBrito: "O terror mostra o mal que existe em todo ser humano; e isso incomoda"

A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood, responsável pela entrega do Oscar, marcou sua próxima cerimônia para o dia 27 de março do ano que vem. De acordo com o calendário da organização, a lista de filmes pré-selecionados para algumas categorias - incluindo a de filme internacional - será divulgada em 21 de dezembro deste ano. Menos de dois meses depois, em 8 de fevereiro, o público saberá quem realmente foi indicado à premiação.

No ano passado, o escolhido para representar o Brasil no Oscar foi o documentário Babenco: Alguém Tem que Ouvir o Coração e Dizer: Parou, de Bárbara Paz, que acabou não entrando na lista. A última vez que o país foi indicado entre os filmes estrangeiros foi com Central do Brasil, de 1998. Antes disso, só O Pagador de Promessas, O Quatrilho e O Que É Isso, Companheiro? já haviam chegado perto da estatueta da categoria.

Leia também:

> Gato Galáctico se prepara para lançar Acampamento Intergaláctico, seu primeiro longa-metragem

> Põe na Lista: o jornalismo mais ou menos real retratado em filmes e séries

> The Fugees volta aos palcos para comemorar os 25 anos de The Score

Colunistas