nsc
santa

Mistério

Briga em alto-mar termina com um desaparecido em Porto Belo

Passageiros só perceberam a ausência do homem quando chegaram ao trapiche

19/04/2021 - 10h12 - Atualizada em: 20/04/2021 - 10h56

Compartilhe

Bianca
Por Bianca Bertoli
Barco partiu do trapiche na tarde de sábado
Barco partiu do trapiche na tarde de sábado
(Foto: )

Um homem desapareceu em alto-mar e a situação só foi percebida depois que uma briga forçou o retorno da embarcação que ele estava a terra. O barco partiu de um trapiche de Porto Belo, no Litoral Norte, e durante a pesca o responsável decidiu voltar ao notar uma desavença entre dois dos seis passageiros. Quando chegou, havia apenas cinco pessoas.

> Receba todas as notícias do Vale no seu WhatsApp. Clique aqui

A ocorrência foi registrada pela Polícia Militar pouco antes da 1h deste domingo (18). No local, o mestre da embarcação contou que saiu do Trapiche do Araçá por volta das 14h de sábado com seis passageiros que pescariam em alto-mar. Por volta das 22h, houve uma briga entre dois deles e o mestre ligou para o dono do barco, que orientou que ele voltasse imediatamente.

Ainda de acordo com o depoimento, o homem que desapareceu não seria um dos envolvidos na discussão, já que estava descansando quando tudo aconteceu. O responsável pelo barco contou aos policiais que viu o pescador na porta que dá acesso ao convés. Ele aparentava estar assustado e depois disso não foi mais visto.

Quando chegaram ao trapiche, notaram que o homem não estava em lugar algum.

> Profissionais de limpeza ganham protagonismo em hospitais de SC e reforçam linha de frente da Covid-19

Buscas

Pela manhã, os bombeiros iniciaram as buscas, que contaram com o helicóptero Arcanjo e uma embarcação de resgate. Com as coordenadas geográficas repassadas pelo responsável do barco de pesca, as equipes procuraram pelo desaparecido por cerca de seis horas. O mar estava agitado e nenhuma pista foi encontrada.

Socorristas procuram vítima nesta segunda-feira
Socorristas procuram vítima nesta segunda-feira
(Foto: )

Os bombeiros orientaram os donos de embarcações pesqueiras sobre o ocorrido para que entrem em contato caso localizem algo. A Marinha também auxiliou no trabalho, mas quando escureceu as tentativas foram suspensas.

O trabalho recomeçou na manhã desta segunda-feira (19).

Caso será investigado

A Polícia Civil ainda não definiu em qual delegacia o inquérito será aberto. Possivelmente, será responsabilidade da equipe de Porto Belo. Os investigadores ouviram apenas o proprietário do barco até o momento. 

Colunistas