nsc
dc

Brasileiros a bordo

Buscas por avião desaparecido na Argentina continuam e devem ter reforço de submarino

Sub-secretário de Proteção Civil e Gestão de Riscos de Chubut esclareceu que apenas a força-tarefa da Empresa de Navegação Aérea Argentina (EANA) foi encerrada

12/04/2022 - 16h21 - Atualizada em: 12/04/2022 - 16h35

Compartilhe

Bianca
Por Bianca Bertoli
Joana
Por Joana Caldas
Três moradores de Florianópolis estavam na aeronave de pequeno porte
Três moradores de Florianópolis estavam na aeronave de pequeno porte
(Foto: )

As buscas pelo avião com três brasileiros que desapareceu na Argentina continuam nesta terça-feira (12), de acordo com o o sub-secretário de Proteção Civil e Gestão de Riscos de Chubut, Jose Mazzei. Segundo ele, apenas a força-tarefa da Empresa de Navegação Aérea Argentina (EANA) foi encerrada, conforme informado pela empresa na segunda (11). As informações são do g1 SC

> Receba as principais notícias de Santa Catarina pelo Whatsapp

Três moradores de Florianópolis estavam na aeronave de pequeno porte: o empresário de Florianópolis Antônio Carlos Castro Ramos, o advogado Mário Pinho e o médico Gian Carlos Nercolini. O último contato da aeronave com a torre de controle foi ao Norte da cidade de Comodoro Rivadavia, na região da Patagônia.

"O governo da província não suspendeu as buscas. O que acontece é que a empresa argentina de aviação aérea, que pertence ao governo federal, eles sim suspenderam o protocolo de buscas maciço, mas nós do governo da Província Chubut vamos continuar as buscas", esclareceu o sub-secretário.

Não é possível estimar quantas pessoas estão envolvidas na operação, porque, segundo Mazzei, a procura é feita pelo céu, mar e terra. 

"Não temos prazo limite de busca. Vamos procurar até que não haja mais recursos que se possa utilizar", disse.

> Buscas por avião desaparecido na Argentina são encerradas

> Perguntas e respostas sobre como avião sumiu na Argentina e por que ele ainda não foi encontrado

Ele explica que equipamentos para rastrear o avião, caso ele tenha caído em alto mar, serão utilizados. 

"Vamos continuar com o rastreamento por terra. Amanhã começamos uma busca submarina, com câmeras para rastrear o fundo do mar. Em alguns minutos faremos um sobrevoo", disse o sub-secretário.

Leia também

Diminuem chances de achar sobreviventes em avião desaparecido na Argentina, diz Defesa Civil

Vídeos mostram buscas aéreas pelo avião desaparecido na Argentina​​

Família de médico desaparecido na Argentina tentou convencê-lo a não viajar: "Era um lugar inóspito"

Colunistas