nsc
santa

Causa animal

Cachorra leva quatro tiros em Itajaí, sobrevive e precisa de ajuda para tratamento

Shakira passou por cirurgia para que volte a andar e tutor criou vaquinha on-line

11/11/2021 - 05h52

Compartilhe

Talita
Por Talita Catie
Cachorra da raça Pitbull está se recuperando apesar dos ferimentos
Cachorra da raça Pitbull está se recuperando apesar dos ferimentos
(Foto: )

Na tarde desta quarta-feira (10) a cachorra Shakira, baleada com quatro tiros em Itajaí, passou por cirurgia. O objetivo do procedimento é tentar garantir que o animal volte a andar. Enquanto ela se recupera, o tutor André de Sousa e Silva criou uma vaquinha para pagar o tratamento da mascote que vai completar dois anos de idade.

> Receba notícias de todo o Vale do Itajaí direto no Whatsapp.

Shakira fugiu de casa na quarta-feira (3), no bairro São Vicente, quando o dono saiu para comprar pão. Menos de 10 minutos depois, ao retornar, André soube pela vizinha que a cadela da raça Pitbull Red Nose tinha escapado do pátio junto com a outra irmã de quatro patas. 

Ele conta que a primeira reação foi procurar numa rua próxima onde a família costuma levar os pets para passear. No meio do trajeto vinha Polaca, uma Boxer de seis anos, bastante assustada. Logo depois o tutor soube que um cachorro havia sido baleado na rua de trás de onde ele mora. 

Quando chegou ao local, André relata que um homem se apresentou como policial e disse que precisou atirar em Shakira porque ela estava brigando com outro cachorro na rua e depois avançou nele.

— Ele disse que atirou para separar a briga e que depois ela foi para cima dele, coisa que eu não acreditei, porque ela é dócil. Desde pequena eu a crio com outros animais, crianças. É uma cachorrinha diferente do que é alarmado por aí em relação à ração. Os cachorros brigam, é normal, mas daí quando é Pitbull já querem crucificar o animal — fala André.

Quem prestou socorro à cachorra foi uma estudante de veterinária que passava pelo local e pediu ajuda na clínica onde faz estágio. Graças a ação rápida da jovem, Shakira sobreviveu apesar de ter levado dois tiros nas patas da frente e dois na cabeça., como mostra o vídeo abaixo. 

Ela passou por atendimento veterinário, recebeu transfusão de sangue e foi constado lesão na boca, com vários dentes quebrados, e ferimento nas patas da frente. Para que se recupera plenamente, precisou da cirurgia de R$ 5 mil. Com o dinheiro contatado para as despesas do lar, André recorreu à solidariedade, pois tudo o que tinha naquele momento foi usado no atendimento de emergência de Shakira e da outra cachorra envolvida na briga. 

Enquanto ele arrecada o valor através de uma vaquinha on-line, o veterinário aceitou operar a cachorrinha sem receber todo o valor do procedimento. Foi graças a isso que Shakira passou por cirurgia nesta quarta-feira (10). Entretanto a conta ainda está aberta na clínica.

— Fiz de tudo para salvar ela. Até coloquei na internet que tenho um Palio 1997, se alguém quiser comprar pelos R$ 5 mil, fecho negócio — diz o tutor.

> Balneário Camboriú sobe para 3º lugar entre os imóveis mais caros do Brasil após alargamento

Tiro pode ter partido de policial

André, que é vigia, diz entender que no “calor do momento” o homem acabou atirando na cadela. Mas questiona a necessidade de quatro disparos e a falta de socorro quando o animal caiu ao chão. Ele registrou um Boletim de Ocorrência e confessa ter medo de ser retalhado pelo atirador, que embora tenha dito ser policial não apresentou nenhum documento comprovando.

Com a repercussão do caso nas redes sociais de André, a Polícia Militar de Itajaí entrou em contato com o tutor para tentar descobrir quem é o homem e se de fato trata-se de um agente de segurança pública do Estado. De acordo com o tenente Márcio Aquino, até o momento não foi possível esclarecer quem é a pessoa. O caso também deve ser apurado junto à Polícia Civil, onde foi registrado o B.O.

Clique aqui para ajudar na vaquinha em prol da Shakira.

Colunistas