nsc
nsc

Mercado

Balneário Camboriú sobe para 3º lugar entre os imóveis mais caros do Brasil após alargamento

Compartilhe

Dagmara
Por Dagmara Spautz
10/11/2021 - 15h39 - Atualizada em: 12/11/2021 - 07h17
Alargamento triplicou a faixa de areia em Balneário Camboriú
Alargamento triplicou a faixa de areia em Balneário Camboriú (Foto: Divulgação, Prefeitura BC)

Balneário Camboriú subiu uma posição no ranking do índice Fipezap, que calcula o preço do metro quadrado nos principais mercados imobiliários do país. A cidade ultrapassou Brasília e ficou em terceiro lugar entre os imóveis mais caros do Brasil, com preço médio de R$ 8.834. À frente estão São Paulo (R$ 9.640) e Rio de Janeiro (9.616).

Receba as principais notícias de Santa Catarina pelo Whatsapp

Em outubro, os imóveis de Balneário Camboriú tiveram valorização de 2,33%, enquanto a média pesquisada ficou em 0,43%. Foi o segundo melhor resultado do mês, atrás apenas da cidade de Vila Velha (ES), que alcançou valorização de 2,48%.

Em setembro, Balneário Camboriú também foi destaque no índice de valorização. Ficou com 2,1% - atrás somente da vizinha Itapema, que chegou a 2,75% de aumento de preços dos imóveis no mês.

Balneário Camboriú terá disputa de arranha-céus pelo título de maior da América do Sul em 2022

Efeito alargamento

Esta é a primeira vez que Balneário Camboriú ultrapassa Brasília na tabela do índice Fipezap. A mudança de posições era um efeito era esperado pelo mercado como consequência das obras de alargamento da faixa de areia da Praia Central, que impactam diretamente no preço do metro quadrado – especialmente dos apartamentos da Avenida Atlântica.

Prédio mais alto da América do Sul tem Neymar, Luan Santana e números recordes em Balneário Camboriú

A estimativa do setor é alcançar, nessa área, valorização de até 20%. O cálculo leva em conta projeções da consultoria norte-americana Appraisal Institute para empreitadas similares. O instituto calculou que nas praias de Garden City e Surfside Beach, ambas na Carolina do Sul, cada 10% de espaço que foi acrescentado à faixa de areia com obras de alargamento resultou em até 2,6% de valorização no preço dos imóveis à beira-mar.

Itapema terá arranha-céu de 61 andares

Ainda em agosto, logo após o início da empreitada, um levantamento do consultor Renato Monteiro, da Sort Investimentos, que é especialista em investimentos imobiliários, já apontou um reajuste de quase 10% no preço de imóveis de lançamento ao longo da orla.

Participe do meu canal do Telegram e receba tudo o que sai aqui no blog. É só procurar por Dagmara Spautz - NSC Total ou acessar o link: https://t.me/dagmaraspautz

Leia mais:

Por que o alargamento da praia em Balneário Camboriú atraiu tubarões

Prédio mais alto da América do Sul tem Neymar, Luan Santana e números recordes em Balneário Camboriú

Polêmico, uso de fuzis por Guardas Municipais chega a SC

Dagmara Spautz

Colunista

Dagmara Spautz

O que acontece de mais relevante em boa parte do litoral catarinense, especialmente Itajaí e Balneário Camboriú. Fontes exclusivas e informações de credibilidade nas áreas de política, economia, cotidiano e segurança.

siga Dagmara Spautz

Dagmara Spautz

Colunista

Dagmara Spautz

O que acontece de mais relevante em boa parte do litoral catarinense, especialmente Itajaí e Balneário Camboriú. Fontes exclusivas e informações de credibilidade nas áreas de política, economia, cotidiano e segurança.

siga Dagmara Spautz

Mais colunistas

    Mais colunistas