Para conquistar as cadeiras de presidente e governador, os candidatos que disputam o segundo turno terão de ter disposição para enfrentar uma maratona de viagens, debates, carreatas, comícios, caminhadas e gravações de programas de rádio e TV em um período menor de tempo.

Continua depois da publicidade

Leia todas as últimas notícias de Zero Hora

A propaganda eleitoral dos candidatos à Presidência da República começa nesta quinta-feira à noite na TV. No sábado, será a vez da estreia dos concorrentes ao Palácio Piratini. Serão duas semanas de programas diários, com 10 minutos de duração para cada candidato, o que exigirá visitas frequentes a estúdios.

Entre uma gravação e outra, os aspirantes precisarão achar espaço na agenda para ir ao encontro de simpatizantes. No Estado, as estratégias de José Ivo Sartori (PMDB) e Tarso Genro (PT) para obter a preferência do eleitorado são semelhantes: atividades concentradas na região metropolitana de Porto Alegre e visitas a algumas das cidades mais populosas do Interior.

Presidenciáveis focam o Nordeste

Continua depois da publicidade

No disputa pela Presidência da República, Aécio Neves (PSDB) e Dilma Rousseff (PT) elegeram o Nordeste – os nove Estados da região somandos representam o segundo maior colégio eleitoral do país -, como cenário prioritário do segundo turno. A petista retomou a campanha, ontem, por Teresina (PI) e João Pessoa (PB). Hoje, a candidata à reeleição passará por Salvador (BA), além de Sergipe e Alagoas. O tucano também planeja percorrer cidades nordestinas nos próximos dias, mas não foram divulgadas datas.

As coordenações das campanhas ainda não bateram martelo sobre os principais atos do segundo turno porque, neste momento, a prioridade é buscar o apoio dos candidatos que ficaram fora da disputa. Hoje, a ex-senadora Marina Silva, que ficou em terceiro lugar ao conquistar 22,177 milhões de votos no primeiro turno (21,32% do total) como candidata do PSB, pode anunciar apoio a Aécio.

ATIVIDADES E VIAGENS

Corrida ao Piratini

José Ivo Sartori (PMDB)

Foco na Grande Porto Alegre

Com nove debates pré-agendados e gravações para programas diários, a campanha do peemedebista pretende concentrar esforços na região metropolitana de Porto Alegre.

O corpo a corpo com eleitores será, principalmente, por meio de caminhadas em áreas movimentadas da Capital e de municípios vizinhos.

Continua depois da publicidade

Visitas a cidades-polo

Devido ao curto período de campanha, serão priorizados roteiros em cidades-polo do Interior, como Santa Maria, Rio Grande, Pelotas e Santo Ângelo. As atividades e os locais ainda não foram definidos.

Sartori deve encerrar a campanha com um comício na Capital ou em Caxias do Sul, cidade onde foi prefeito.

Tarso Genro (PT)

Campanha na Região Metropolitana

O candidato à reeleição também deverá concentrar as atividades de campanha na região metropolitana de Porto Alegre, onde residem cerca de 40% dos 8,39 milhões de eleitores do Estado.

Tarso fará caminhadas e comícios na tentativa de reverter a derrota em municípios como Canoas, Esteio, Gravataí, Porto Alegre e Novo Hamburgo.

Continua depois da publicidade

Roteiros regionais

A campanha petista ainda planeja realizar nove atividades regionais. O roteiro contemplaria grandes cidades do interior do Estado, como Pelotas, Passo Fundo, Santa Maria e Caxias do Sul, mas a coordenação ainda não bateu o martelo.

Tarso encerra a campanha com comício na Capital no dia 22.

Corrida ao Planalto

Aécio Neves (PSDB)

Operação Nordeste

A região que, somados os nove Estados, é o segundo maior colégio eleitoral do país será alvo da campanha tucana.

Em conversas com aliados sobre o cronograma de viagens, Aécio teria definido visitas a Recife e Fortaleza, além do Estado da Bahia. A assessoria do candidato, no entanto, não divulga a programação.

Deputados gaúchos do PSDB e integrantes da executiva estadual do partido articulam uma nova visita de Aécio ao Estado no segundo turno, mas ainda sem data.

Continua depois da publicidade

Há expectativa de que Sartori ofereça palanque para o tucano no RS.

Dilma Rousseff (PT)

Périplo para consolidar votos

Até domingo, a petista deverá percorrer nove Estados, a maioria do Nordeste. A meta é, em um primeiro momento, visitar as regiões em que o PT teve um bom desempenho nas urnas, para consolidar e ampliar a votação.

Depois, a candidata à reeleição vai intensificar atividades no Sul e Sudeste, onde Aécio se saiu melhor.

Nas próximas duas semanas, Dilma deverá vir duas vezes ao Rio Grande do Sul. A primeira viagem deve ser nesta sexta-feira, para uma caminhada no bairro Guajuviras, em Canoas. A segunda visita pode ocorrer no final da campanha.

DEBATES

Presidencial*

14: Band

16: SBT

19: Record

24: Globo

Ao governo do Estado*

13: SBT

14: Rádio Gaúcha

14: TV Pampa

16: TVE

17: TV Record

21: FM Cultura

22: Rádio Guaíba

23: RBS TV

*Datas sugeridas pelos veículos e podem ser alteradas

Datas importantes

Nesta quinta – Começam a ser apresentadas as propagandas dos candidatos a presidente na TV

Dia 11 – Começam a ser veiculados os programas dos candidatos a governador

Dia 23 – Último dia para propaganda política mediante reuniões públicas ou promoção de comícios

Continua depois da publicidade

Dia 24 – Fim da propaganda eleitoral no rádio e na TV

Dia 25 – Último dia para a propaganda eleitoral em alto-falantes ou amplificadores de som, além de distribuição de material gráfico e promoção de carreatas e caminhadas

PROPAGANDA ELEITORAL

Na TV

Presidência

O retorno está marcado para esta quinta-feira, às 20h30min. Diariamente, incluindo o domingo, os candidatos terão 10 minutos cada – a partir das 13h e das 20h30min.

A ordem se alterna, mas por ter obtido maior votação no primeiro turno Dilma Rousseff (PT) é quem abre a rodada.

Governo estadual

Por decisão dos representantes da Justiça Eleitoral e das coligações, a propaganda dos candidatos a governador no RS começará apenas no sábado, depois do espaço dos presidenciáveis.

Continua depois da publicidade

Seguindo a mesma lógica presidencial do mais votado, o programa de José Ivo Sartori (PMDB) abre a rodada.

No rádio

Presidência

Volta sexta, com 10 minutos para cada candidato – a partir das 7h e do meio-dia. A ordem dos candidatos se alterna diariamente e Aécio Neves (PSDB) dá a largada.

Governo estadual

Retorna apenas no próximo sábado e será exibido depois do espaço dos presidenciáveis, totalizando 40 minutos de horário eleitoral por turno.

Atenção!

Há ainda as inserções, que ocupam 30 minutos diários ao longo da programação. São 15 minutos para a campanha à Presidência e 15 minutos para o governo do Estado. As propagandas, de até 60 segundos, são distribuídas entre 8h e meia-noite.

Continua depois da publicidade

Na rua

Cavaletes – Por um acordo dos partidos políticos que disputarão o segundo turno para a Presidência e o governo do Estado, não serão usados cavaletes ou propagandas fixadas no solo para a divulgação dos candidatos.

Brique da Redenção – A partir do próximo sábado, os candidatos poderão ocupar boxes (previamente sorteados) no Brique da Redenção, no Parque Farroupilha, na Capital. A campanha será feita aos sábados e domingos, até a véspera do segundo turno.

Esquina Democrática – A partir desta quinta-feira, é permitida a propaganda somente dos candidatos a governador no espaço localizado no centro de Porto Alegre. Campanhas de Sartori e Tarso se revezarão de segunda a sexta-feira até o próximo dia 24.

Colaborou Letícia Costa

Destaques do NSC Total