Uma mulher de 32 anos foi presa em flagrante em Laguna, no Litoral Sul de Santa Catarina, quando comprava tinta spray em uma loja local para tentar terminar de pintar de preto um carro branco furtado horas antes, em um hospital na mesma cidade. Ela foi encontrada pela Polícia Militar (PM) com o veículo pintado pela metade e já sem as placas, no começo da tarde desta terça-feira (9).

Continua depois da publicidade

Receba notícias de Santa Catarina pelo WhatsApp

O carro, de modelo Chevrolet Onix, havia sido furtado de um homem de 30 anos que acompanhava o pai internado no Hospital de Laguna, no Centro. A vítima havia pernoitado no local junto do familiar e, apenas às 12h do dia do furto, percebeu que a chave do veículo já não estava sob sua posse.

Ao verificar o estacionamento, o homem se deu conta de que o carro havia sido furtado. A desconfiança inicial era de que um outro paciente que esteve no quarto do pai no hospital, um homem de 26 anos, poderia ser o autor do crime. O suspeito também pernoitou no local, mas já havia ido embora às 6h40.

A localização do veículo

O furto foi comunicado à PM por volta das 13h. Cerca de 40 minutos depois, o carro foi encontrado pelos policiais em frente a uma loja de artigos de pesca no bairro Cabeçuda, em Laguna. O veículo tinha a pintura pela metade, o que mobilizou uma denúncia anônima sobre uma possível irregularidade.

Continua depois da publicidade

Ao NSC Total, a Polícia Civil em Laguna comunicou que a mulher foi presa em flagrante pelo crime de receptação. A suspeita relatou às autoridades que pegou o carro com um primo, que teria pedido a ela para pintar o veículo. O homem apontado por ela não foi encontrado. Um inquérito policial ainda investiga as circunstâncias do furto e a participação de outros envolvidos.

Leia mais

Quadrilha é presa após render 10 pessoas em casa de praia badalada em Florianópolis

Gravidez de menina de 13 anos revela estupros de homem de 46 anos em SC

Destaques do NSC Total