nsc
santa

Tragédia

Casal de ciclistas que morreu na BR-101 comprou bicicletas dias antes do acidente

Carreta carregada de tábuas de madeira tombou e atingiu os ciclistas, além do piloto e garupa de uma moto

06/06/2021 - 20h42 - Atualizada em: 07/06/2021 - 06h31

Compartilhe

Hassan
Por Hassan Farias
Ivan Antônio Belusso e de Suellen Schveitzer Belusso
Ivan Antônio Belusso e de Suellen Schveitzer Belusso
(Foto: )

O casal de ciclistas que morreu após o tombamento de um caminhão na BR-101, em Balneário Camboriú, havia comprado as bicicletas poucos dias antes do acidente, que aconteceu neste domingo (6). A informação é de Pamela Belusso, familiar de uma das vítimas, em entrevista ao portal G1.

> Receba notícias do Vale do Itajaí pelo WhatsApp

Segundo Pamela, o ciclismo era um interesse recente do cunhado Ivan Antônio Belusso, de 40 anos, e de Suellen Schveitzer Belusso, de 36 anos. As duas vítimas do acidente eram casadas há 20 anos e deixam três filhos.

- Faz uma semana que eles estavam começando a praticar ciclismo. Era a primeira vez que eles estavam fazendo esse trajeto. Tinham comprado há pouco tempo as bicicletas. Eles gostavam muito de esportes e viagens - disse Pamela ao G1.

> Carreta deslizou por 150 metros antes de atingir e matar quatro pessoas na BR-101 em SC

Segundo ela, o casal avisou a família que faria o passeio neste domingo. A filha mais velha, de 19 anos, ficou em casa cuidando dos irmãos de 2 e 12 anos. De acordo com a familiar, os filhos já sabem do falecimento dos pais e estão na casa de familiares.

Na última postagem publicada nas redes sociais, Suellen registrou o primeiro passeio com as bicicletas novas ao lado do marido.

Suelen era empresária e Ivan era supervisor comercial. Os dois moravam em Camboriú, na mesma região do acidente. O velório acontece neste domingo (6) na Igreja Adventista, e o casal deve ser sepultado em um cemitério de Itajaí.

O acidente

Era por volta das 6h40min quando a carreta tombou ao fazer um curva na altura do Km 138,7 da BR-101. O veículo com placas de Rodeio, no Vale do Itajaí, estava carregado de tábuas de madeira, que atingiram quatro pessoas. Todas morreram.

O condutor da carreta, um homem de 48 anos, não se feriu. De acordo com a Arteris Litoral Sul, concessionária da rodovia, a carga saiu de Marcelandia, no Mato Grosso, com destino a Criciúma, em Santa Catarina.

Leia também:

Pescadores salvam baleia que estava enrolada numa rede em Penha; assista ao vídeo

SC tem 13 das 15 regiões em risco gravíssimo para Covid-19

SC terá calendário de vacinação contra Covid-19 por idades

Colunistas