nsc
nsc

CASAN

Casan investe em ações integradas para controle de vazamentos

Desafio para empresas de saneamento, companhia adota estratégias para evitar perdas e o desperdício de água em diversos pontos de Santa Catarina

24/05/2022 - 15h53

Compartilhe

Estúdio
Por Estúdio NSC
Casan investe em ações integradas para controle de vazamentos
Companhia foca em evitar desperdício
(Foto: )

Reduzir rompimentos e controlar perdas reais de água é uma das prioridades da Casan em Santa Catarina. Para isso, a companhia investe no monitoramento da pressão da água nas tubulações, a instalação de válvulas redutoras de pressão, controle remoto de unidades operacionais, macromedição, setorização, implantação de distritos de medição e controle, substituição de redes e de ramais.

A setorização, com implantação de Distritos de Medição e Controle, é uma das estratégias adotadas pela Companhia para fazer com que as cidades sejam organizadas em regiões, permitindo o fechamento mais rápido das redes para realização de um conserto.

Em Florianópolis, essa ação já foi implementada em bairros do Norte da Ilha, no Cacupé, Santo Antônio de Lisboa e Sambaqui. Estão em andamento estudos para setorizar os bairros Santa Mônica e Córrego Grande, além das regiões Central e Continental.

Também na Capital, a Casan possui em andamento contrato no valor de aproximadamente R$ 300 mil, com empresa especializada, para elaboração de projetos de controle e redução de perdas totais de água.

A Casan atua ainda no levantamento de vazamentos ocultos, que não afloram à superfície e são de difícil localização, prejudicando a pressão da água nas redes de distribuição. Para este serviço são utilizados métodos acústicos com haste de escuta e Geofone eletrônico. As capacitações de equipes são constantes na Companhia.

Além disso, em Florianópolis, mais de 500 quilômetros de redes de distribuição e adutoras já foram percorridos nos últimos dois anos por empresa especializada e contratada para esse serviço, contemplando bairros como Santo Antônio, Cacupé, Monte Verde, João Paulo, Itacorubi e Santa Monica. Mais de 120 vazamentos ocultos foram localizados e consertados.

A Companhia atua também com a instalação de válvulas redutoras de pressão em pontos estratégicos de Florianópolis e mantém como constante a ação preventiva de substituição de redes e ramais (materiais antigos, redes de ferro, diâmetros não mais comercializados).

Os vazamentos são grandes desafios de todas as empresas de saneamento e a Casan lida com agilidade nos consertos, mas também trabalha com planejamento para prevenir e controlar os rompimentos.

Leia também:

​​Nova barragem no Vale do Itajaí deve prevenir cheias e deslizamentos na região

Informações sobre abastecimento de água e esgoto podem ser consultadas por app em SC

Casan é uma das duas empresas do país apta a atender o Novo Marco do Saneamento

Colunistas