nsc
santa

Investigação

Caso chocante de estupro de crianças é revelado após tentativa de sequestro em Pomerode

Vídeos no celular do homem mostram parte dos crimes cometidos, segundo a polícia

26/02/2022 - 07h52 - Atualizada em: 26/02/2022 - 09h58

Compartilhe

Talita
Por Talita Catie
Prisão ocorreu na tarde desta sexta-feira (25) na casa do homem
Prisão ocorreu na tarde desta sexta-feira (25) na casa do homem
(Foto: )

Um homem foi preso na tarde desta sexta-feira (25) suspeito de abusar sexualmente de crianças em Pomerode, no Médio Vale do Itajaí. 

A prisão ocorreu uma semana depois de ele ser detido pela polícia ao tentar sequestrar uma menina. A garota conseguiu fugir. Naquela ocasião, o celular dele ficou apreendido e a perícia encontrou material confirmando os crimes. O homem preferiu ficar em silêncio e foi levado para o presídio de Blumenau.

> Clique aqui e receba notícias do Vale do Itajaí pelo WhatsApp

De acordo com o delegado Antonio Lucio Antunes Godoi, na semana passada o homem foi levado à delegacia pela Polícia Militar apontado como o responsável por tentar sequestrar uma criança para praticar atos libidinosos. 

Ele teria chegado a pegar a menina pelo braço à força e dito que queria levá-la para passear, mas a menina conseguiu escapar. A pequena contou para os pais, que ligaram para o 190.

A PM fez rondas e encontrou o homem, que foi reconhecido. Na ocasião, ele foi liberado mediante o uso de tornozeleira eletrônica e teve o celular apreendido para perícia. Na quinta-feira (24), a Polícia Científica informou que no aparelho havia muito conteúdo de pornografia infantil. 

Segundo Godoi, as imagens apontam que o homem estava abusando sexualmente das três sobrinhas, todas menores de 12 anos.

Possível envolvimento com "rede nacional" de pedofilia

Ainda de acordo com o responsável pelo inquérito, o tio chegava a oferecer as meninas para que homens de outras regiões do país a violentassem também. O homem aparece em algumas das gravações, conforme relato da polícia. 

O material ainda está na perícia e a investigação vai tentar apurar se há mais vítimas, o que os investigadores acreditam ser possível. Godoi pede que nesses casos, as famílias procurem a delegacia.

O delegado conta que o homem preso já responde a três inquéritos por estupro de vulnerável, mas estava em liberdade. Agora, deve responder também por tentativa de sequestro qualificado para fins libidinosos, estupro de vulneráveis em continuidade delitiva, corrupção de menores, produção, oferecimento, troca e armazenamento de pornografia envolvendo crianças.

Com base no material encontrado no celular, a polícia acredita que ele integra uma rede nacional de pedofilia. Ao ser preso preventivamente nesta sexta-feira (25), ele usou o direito de ficar calado. As vítimas serão ouvidas por uma equipe especial nos próximos dias e o delegado reforça que será oferecido apoio psicológico às famílias. 

O inquérito segue aberto até apurar a extensão das ações do homem.

— A gente tem a convicção de que enquanto ele estivesse em liberdade ele continuaria a abusar de crianças — afirma Godoi.

Leia também

> Mulher é estuprada e abandonada desacordada em praia de Navegantes

> Casal é flagrado fazendo sexo em lixeira de mercado de Pomerode

> Preso com carga milionária de cocaína em SC é atleta e empresário

Colunistas