nsc
dc

Inovação

Catarinense cria solução que ajuda a prevenir intubações

Aparelho desenvolvido pelo joinvilense Guilherme Thiago de Souza já foi aprovado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa)

08/05/2021 - 08h00

Compartilhe

Por Fabrício Vitorino
Dispositivo de ventilação não invasiva pode prevenir a intubação de pessoas infectadas pelo coronavírus
Dispositivo de ventilação não invasiva pode prevenir a intubação de pessoas infectadas pelo coronavírus
(Foto: )

Ex-aluno da ETT, o joinvilense Guilherme Thiago de Souza desenhou, montou, testou e hoje lidera a equipe de desenvolvimento da Bolha de Respiração Individual Controlada (BRIC), um dispositivo de ventilação não invasiva que pode prevenir a intubação de pessoas infectadas pelo coronavírus. O aparelho já foi, inclusive, aprovado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

> Mapa Covid de SC hoje: veja por cidade dados da situação da pandemia

Hoje, Guilherme Thiago de Souza é doutorando do Departamento de Pneumologia da Faculdade de Medicina de São Paulo (USP) e proprietário da empresa paulista Robori. O capacete BRIC é o único dispositivo com este tipo de tecnologia fabricado no Brasil.

Graças ao trabalho da equipe liderada pelo engenheiro, hospitais e empresas de táxi aéreo responsáveis pelo transporte de pacientes vítimas do coronavírus já estão fazendo uso da BRIC.

Até o momento, mais de 3 mil unidades foram distribuídas em 15 estados brasileiros, inclusive Santa Catarina.

Leia também

Vacinação da Covid em SC: locais, fases de aplicação, idades e tudo sobre

omo será a ordem de vacinação para gestantes e pessoas com comorbidades em SC

As diferenças entre as vacinas da Pfizer, Astrazeneca e Coronavac

Colunistas