publicidade

4 a 0

Chapecoense perde para o São Paulo e segue no Z4 do Brasileirão 

Time catarinense levou 4 a 0 no Morumbi e fica em antepenúltimo na tabela

22/07/2019 - 22h05 - Atualizada em: 23/07/2019 - 14h35

Compartilhe

Darci
Por Darci Debona
Chapecoense levou 4 a 0 do São Paulo, no Morumbi
Tiepo salvou algumas finalizações mas não conseguiu evitar a derrota por 4 a 0 do São Paulo
(Foto: )

A Chapecoense sofreu mais uma derrota no Campeonato Brasileiro, desta vez por 4 a 0, diante do São Paulo, no Morumbi, na noite desta segunda-feira (22). Com o resultado, o time catarinense permanece na zona de rebaixamento (Z4) da Série A, na 18ª posição, com apenas oito pontos em 11 jogos. Foi a sétima derrota do Verdão, o que deixa o time em situação delicada.

A partida começou bem movimentada. A Chapecoense precisava da vitória para sair da parte de baixo da tabela. Já o São Paulo queria encostar na turma de cima. Nos primeiros 20 minutos, o time de Ney Franco teve uma boa atuação e chegou a ter uma chance de gol, em cruzamento de Eduardo que Arthur Gomes desviou, de cabeça, e Everaldo finalizou para boa defesa de Tiago Volpi.

Depois disso, o time da casa passou a dominar o jogo, principalmente em lances com Alexandre Pato. Primeiro ele escorou para cabeceio de Raniel, que Douglas salvou. Depois ele teve chances dentro da área, em chutes cruzados, mas errou o alvo.

Tiepo ainda saiu nos pés de Antony para evitar o gol. E acabou se atrapalhando numa saída, que o juiz marcou falta de Raniel em Gum.

— Acho que foi falta, pois não sei quem empurrou o Gum e acabou me deslocando um pouquinho. Temos que fazer nosso papel para sair com a vitória — disse o goleiro, na saída para o intervalo.

No segundo tempo, o São Paulo voltou pressionando com finalização de Hernanes, que desviou na zaga e foi para escanteio. Na cobrança, Tiepo espalmou. Mas ele nada pôde fazer no cruzamento de Everton, que Antony mandou para o fundo da rede.

Nem conseguiu se esticar o suficiente para defender o chute de fora da área de Toró, que ainda bateu na trave antes de entrar. O técnico Cuca foi muito feliz em colocar Everton e Toró nos lugares de Pato e Luan. O time catarinense desandou com os dois gols e tomou mais um, com Raniel, aos 10 minutos do segundo tempo.

Ney Franco então colocou Alan Ruschel e Campanharo nos lugares de Kayzer e Camilo. O time criou uma chance em chute de fora da área de Everaldo, que Tiago Volpi mandou para escanteio. Gum até fez um gol mas a arbitragem marcou impedimento. O comentarista da Rede Globo, Paulo César de Oliveira, considerou que o gol foi normal.

Tiepo ainda evitou um gol de Igor Vinícius, mas Vitor Bueno fez o quarto, aos 46 minutos do segundo tempo.

— Sabíamos que seria um jogo difícil, pedimos desculpas ao torcedor e agora é baixar a cabeça e trabalhar para tirar a Chapecoense dessa situação — disse Alan Ruschel.

Com o resultado, o técnico Ney Franco também balança no cargo. O próximo confronto da Chapecoense é contra o Bahia, domingo, 11h, na Arena Condá.

Ficha técnica

São Paulo- 4

Tiago Volpi, Igor Vinícius, Bruno Alves, Arboleda e Reinaldo, Luan (Everton), Tchê Tchê, e Hernanes; Antony, Alexandre Pato (Toró) e Raniel (Vitor Bueno). Técnico: Cuca.

Chapecoense-0

Tiepo, Eduardo, Gum, Douglas e Bruno Pacheco (Régis); Amaral, Márcio Araújo e Camilo (Gustavo Campanharo); Arthur Gomes, Renato Kayzer (Alan Ruschel) e Everaldo. Técnico: Ney Franco.

Gols: Antony (SP), aos três minutos do segundo tempo, Toró (SP), aos sete minutos, Raniel (SP), aos 10 minutos e Vitor Bueno (SP), aos 46 minutos do segundo tempo.

Arbitragem: Sávio Pereira Sampaio, auxiliado por Daniel Henrique da Silva Andrade e José Reinaldo Nascimento Júnior (trio do DF), com Graziani Maciel Rocha (RJ) no VAR.

Cartões amarelos: Igor Vinícius (SP); Alan Ruschel, Douglas e Everaldo (C)

Local: Estádio Morumbi, em São Paulo-SP

Público: 35.558

Renda: R$ 842.238,00

Deixe seu comentário:

publicidade