nsc
an

Saúde

Chegada de novos médicos melhorou atendimento pediátrico em Joinville, avalia secretário

Em entrevista à CBN Joinville, Andrei Kolaceke ainda explicou as medidas adotadas pelo município e afirmou que o problema na pediatria está longe de ser resolvido

06/06/2022 - 15h26

Compartilhe

Hassan
Por Hassan Farias
Fila para atendimento pediátrico na UPA Leste
Demora no atendimento pediátrico e falta de médicos estão entre os desafios da saúde de Joinville
(Foto: )

A chegada de novos médicos nas unidades básicas de saúde ajudou a melhorar o atendimento pediátrico em Joinville, segundo o novo secretário Andrei Kolaceke, em entrevista à CBN Joinville, nesta segunda-feira (6). Apesar do "grande impacto" causado pela contratação, ele ainda ressaltou que o problema está longe de ser resolvido.

> Acesse para receber notícias de Joinville e região pelo WhatsApp 

O alto tempo de espera e as filas para as consultas pediátricas, além da falta de médicos têm sido o principal problema da saúde joinvilense neste ano. Por isso, o secretário afirma que a primeira medida tomada pelo município foi reestruturar as equipes médicas dos postos de saúde, com a contratação de 80 médicos da família.

- A gente já sentiu um impacto grande da entrada deles nos nossos serviços. O problema da pediatria está longe de ser resolvido, mas já sentimos uma certa melhora - afirmou à CBN Joinville.

Kolaceke explicou que até 80% das crianças que chegam aos pronto-atendimentos e ao Hospital Infantil Doutor Jeser Amarante Faria são casos de baixa complexidade, que poderiam ser atendidos nas unidades básicas de saúde.

- Por isso, essa estratégia foi bem sucedida, na medida em que conseguiu absorver parte dessa demanda nos postos de saúde dos bairros - pontuou.

A segunda estratégia da Secretaria Municipal da Saúde ainda está em andamento e consiste na formalização de uma parceria com o Hospital Bethesda para montar uma escala pediátrica de 24 horas na UPA Sul. Atualmente, a região não tem um ponto de atendimento de urgência e emergência para crianças.

De acordo com o secretário, a parceria já foi aprovada pelo Conselho Municipal de Saúde e agora se encaminha para análise da Câmara de Vereadores. A expectativa do município é que o atendimento pediátrico seja retomado na UPA Sul a partir de julho.

Uma terceira medida também foi a realização de processo seletivo, com aprovação de três plantonistas pediátricos para atuarem no atendimento de urgência e emergência na cidade. Eles estão sendo convocados para começarem o trabalho.

Leia também:

Homem de 66 anos é mais uma vítima de dengue em Joinville

Joinville libera vacinação contra a gripe para toda a população

Câmara de Joinville quer comitê de crise para ampliar atendimento na pediatria

Hospital Infantil de Joinville tem tempo de espera para atendimento superior a 10 horas

Colunistas