Oito ciclistas cruzaram Santa Catarina da divisão com a Argentina até Florianópolis em uma viagem de uma semana. O grupo chegou à Ponte Hercílio Luz na última quarta-feira, depois de sair no dia 6 da cabeceira da Ponte Internacional Peperi Guaçu, divisa do município de Paraíso com San Pedro, cidade argentina. Foram 846 quilômetros de Oeste a Leste de Santa Catarina, em sete dias.

Continua depois da publicidade

A chegada foi na manhã da última quarta-feira. Depois de registrarem o momento na cabeceira da Ponte Hercílio Luz, os integrantes foram até a Catedral Metropolitana da Capital fazer um agradecimento pela conquista, que não teve nenhum incidente ao longo do percurso.

O grupo foi formado por Daniel Zanotelli, Giovani Zanotelli, Evandro Piaia, Cláudio Tonette, Alcir José Fontana, Beto Fiorini, Rogério Filippi, Darci Rabuske.

– Foi uma realização inédita e com toda certeza ficará na memória de cada um este inesquecível pedal – disse Darci, que conduziu o carro de apoio.

Os ciclistas pedalaram cerca de 130 quilômetros por dia. Para suportarem o desafio, ao longo do trajeto o grupo consumiu 220 litros de água, 22 quilos de batata doce assada, 70 garrafinhas de bebidas isotônicas, 74 litros de água de coco, 12 melancias, seis quilos de banana, três quilos de uva, dois quilos de torresmo, 50 pés de moleque, além de barras de cereais e de proteínas.

Continua depois da publicidade

​Ainda não é assinante? Assine e tenha acesso ilimitado ao NSC Total, leia as edições digitais dos jornais e aproveite os descontos do Clube NSC.

Ciclistas no começo da jornada, em Paraíso, no Oeste de SC
Ciclistas no começo da jornada, em Paraíso, no Oeste de SC (Foto: Divulgação)

Destaques do NSC Total