nsc
    dc

    Coronavírus

    Cidades do Oeste de SC avaliam fechar comércio após disparada de casos de Covid-19 e recomendação do governo

    Medidas mais restritivas estão em discussão para 14 cidades da região de Concórdia 

    08/05/2020 - 09h27 - Atualizada em: 08/05/2020 - 10h50

    Compartilhe

    Por Guilherme Simon
    Hospital em Concórdia
    Tenda de triagem montada pela prefeitura de Concórdia em frente ao Hospital São Francisco, único hospital pelo SUS na região para pacientes com Covid-19
    (Foto: )

    Após registrar uma disparada de casos de Covid-19, 14 cidades da região de Concórdia, no Oeste catarinense, avaliam voltar a fechar o comércio não essencial como parte de medidas de isolamento mais restritivas para evitar a propagação da doença. A infecção de grande número de trabalhadores da agroindústria é uma das preocupações.

    > Em site especial, saiba tudo sobre o coronavírus

    A adoção de novas restrições foi recomendada pelo Governo de Santa Catarina nesta quinta-feira (7), para os municípios da chamada Amauc (Associação dos Municípios do Alto Uruguai Catarinense).

    Os municípios são Alto Bela Vista, Arabutã, Concórdia, Ipira, Ipumirim, Irani, Itá, Jaborá, Lindóia do Sul, Peritiba, Piratuba, Presidente Castello Branco, Seara e Xavantina.

    Em pouco mais de 10 dias, o número de casos de coronavírus cresceu mais de 4 vezes na região, de acordo com dados da própria Amauc. Eram 85 no dia 26 de abril e saltaram para 388 nesta quinta. Dos 16 leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) disponíveis para as 14 cidades, 11 estavam ocupados na manhã desta sexta (8).

    Uma das preocupações é a participação de frigoríficos na disseminação da Covid-19 e os riscos aos trabalhadores da agroindústria. Em Concórdia, dos 121 casos de coronavírus confirmados até esta quarta-feira (6), 72 eram de trabalhadores do setor segundo a Secretaria de Saúde de Santa Catarina.

    De acordo com o prefeito de Ipira, Emerson Reichert, presidente da Amauc, os prefeitos das 14 cidades vão se reunir na tarde desta sexta para discutir a adoção das recomendações do governo. A expectativa é de que a decisão seja divulgada até o fim do dia. O prefeito Emerson também afirmou que as medidas serão tomadas em conjunto por toda a região.

    Entre as recomendações do Governo de Santa Catarina para os 14 municípios, está o uso de máscara em todos os locais dos municípios, medição da temperatura da população na entrada de estabelecimentos comerciais, o fechamento do comércio não essencial por 14 dias e a suspensão dos serviços públicos estaduais e municipais não-essenciais. Também está prevista a proibição de instrumentos sociais, como chimarrão, em praças e áreas públicas.

    O prefeito Emerson Reichert salienta que algumas das medidas já vem sendo adotadas nas cidades, como aferição de temperatura em alguns tipos de comércio e uso obrigatório de máscara.

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Saúde

    Colunistas