nsc
    an

    Prevenção

    Cidades do Planalto Norte definem novas medidas restritivas contra o coronavírus

    Região tem 15 mortes registradas e 861 casos confirmados de Covid-19

    16/07/2020 - 10h56

    Compartilhe

    Cláudia
    Por Cláudia Morriesen
    Uso obrigatório de máscara em toda a região do Planalto Norte está entre as recomendações
    Uso obrigatório de máscara em toda a região do Planalto Norte está entre as recomendações
    (Foto: )

    As cidades do Planalto Norte de Santa Catarina assinaram novos decretos com medidas restritivas para prevenção contra o coronavírus nesta quarta-feira (15), após uma reunião entre os prefeitos de 13 municípios para discutir a lista de recomendações técnicas de combate à pandemia. A lista foi feita pela Comissão Regional de Saúde do Planalto Norte de Santa Catarina.

    Destas cidades, São Bento do Sul tem o maior número de mortes: seis moradores já perderam a vida após contraírem a doença. No total, foram 15 mortes em todo o Planalto Norte. Segundo o boletim do governo do Estado desta quarta-feira, foram registrados 861 casos nestas cidades — a única que não tem pacientes diagnosticados é Major Vieira. 

    Em boa parte destas cidades, a maioria das medidas já haviam sido adotadas. Entre as principais mudanças estão a proibição de festas em casas e a recomendação de restrição da entrada de mais de uma pessoa por família em mercados, supermercados e mercearias.

    A prefeitura de Campo Alegre publicou decreto com todas estas medidas, que já eram, em sua maioria, determinadas em decretos anteriores. Canoinhas também aderiu completamente às orientações.

    As cidades de Mafra, Itaiópolis, Papanduva e Monte Castelo decidiram acatar em sua maioria as resoluções da reunião, exceto a suspensão dos cultos religiosos em templos e igrejas, que devem manter apenas 30% de ocupação e seguir todas as recomendações de saúde.

    Em Três Barras, as restrições propostas pela resolução 1/2020 foram acatadas e, em decreto municipal, o prefeito Luiz Shimoguiri determinou que quem desrespeitar as regras de conduta e sanitárias na cidade será penalizado. Quem for flagrado sem máscara também será multado, mas no valor de R$ 100. A penalização será dobrada a cada reincidência. A medida vale para todos os ambientes públicos e privados do município.

    Os estabelecimentos comerciais que não cumprirem as disposições de postura contidas no decreto poderão ser multados em R$ 500, caso não atendam as orientações iniciais emitidas pela equipe de fiscalização. No caso de reincidência, o valor da multa sobe para R$ 5 mil e o local deverá ser interditado pelo prazo de dez dias ou, até mesmo, ter a licença de funcionamento cassada. 

    > Entidades reforçam apelo por lockdown em Joinville; prefeito volta a descartar medida

    Saiba quais são as medidas propostas para o Planalto Norte

    Entre as medidas propostas estão a suspensão do calendário de eventos esportivos organizados pela Fundação Catarinense de Esporte (Fesporte), assim como os eventos e as competições esportivas e atividades coletivas da iniciativa pública e privada, a suspensão de atividades em cinemas, teatros, casas noturnas, museus e a realização de eventos que acarretam reunião de público, como shows e espetáculos, assim como cultos religiosos.

    Também obriga a redução da capacidade de entrada de pessoas em no mínimo 50% do limite permitido em mercados, mercearias e supermercados e recomenda que estes estabelecimentos restrinjam o acesso a apenas uma pessoa por família, e evite o acesso de crianças menores de 12 anos. Entre as recomendações também estão a de que o transporte coletivo urbano de passageiros encerre a prestação do serviço até às 23h15min e que pessoas acima de 60 anos sejam aconselhadas a não utilizar os ônibus.

    Restaurantes e pizzarias terão seu funcionamento permitido apenas até as 22 horas com atendimento à la carte e de buffet e, após as 22 horas, restrito para retirada no balcão ou tele-entrega, da mesma forma que outros serviços de alimentação, como lanchonetes, padarias, confeitarias e food-trucks.

    > Novo decreto proíbe festas em casas e flexibiliza horário do comércio em São Francisco do Sul

    ​> Receba notícias de Joinville e da região Norte de SC por WhatsApp. Clique aqui e entre no grupo do AN

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Saúde

    Colunistas