A presença do governador para apresentação do Circuito Universidade Gratuita na Univille reuniu alunos e professores para manifestação. Grevistas da rede estadual de ensino se juntaram na universidade para protestar contra as verbas destinadas ao programa. Além disso, também se manifestaram contra o posicionamento de Jorginho Mello divulgado em vídeo na noite de domingo (28), em que ele crítica a paralisação.

Continua depois da publicidade

Receba notícias de Joinville e região no WhatsApp

O movimento aconteceu enquanto eram apresentados detalhes do Universidade Gratuita e discutido o incentivo à permanência de estudantes no ensino superior. Os manifestantes foram impedidos de entrar no Centro de Convenções pela Polícia Militar. Os protestos foram realizadas do lado de fora do auditório.

O governador de Santa Catarina confirmou nesta segunda-feira (29) as medidas tomadas para suspender a greve em sua participação no painel ‘A Nova Economia Catarinense’, apresentado na ACIJ (Associação Empresarial de Joinville).

— Tenho muita consideração pelos professores, mas o recado é aquele. Fui muito sincero, quem faltar à escola vai ganhar falta e vamos contratar professores para substituir. É normal, não estamos fazendo provocação nenhuma. O estado precisa ser tratado conforme a gente está levando, com responsabilidade — afirma o governador.

Continua depois da publicidade

Veja fotos da manifestação na Univille

Leia também

“Justiça por Joca!”, tutores protestam em Joinville por transporte seguro de animais em voos

Joinville Vôlei mira reforço na Itália em tratativa de formação de elenco para nova temporada

Professores de Joinville mantêm greve após decisão de Jorginho Mello em descontar salários

Destaques do NSC Total