O ar-condicionado de quatro salas do centro cirúrgico do Hospital Celso Ramos, em Florianópolis, continua quebrado na manhã desta terça-feira (9). O problema vem sendo relatado desde a semana passada.

Continua depois da publicidade

Profissionais que atuam no hospital informaram à NSC TV que algumas cirurgias de urologia e ortopedia precisaram ser adiadas, mas o governo do Estado afirma que nenhum procedimento deixou de ser feito. 

> Clique aqui e receba notícias de Florianópolis ou região pelo WhatsApp

O esforço das equipes é para evitar atraso na fila de espera e gerar um transtorno maior para os pacientes que aguardam pelo atendimento. Apesar das denúncias, ainda não há um prazo de quando será feito o conserto dos aparelhos.

Na manhã desta terça, a secretaria de estado da saúde informou que uma equipe especializada está avaliando as condições técnicas para alugar um equipamento, enquanto o atual é reparado.

Continua depois da publicidade

> Ocupação de UTIs adulto está acima de 80% em quatro regiões de SC

> Como será a fila de vacinação dos idosos contra o coronavírus em SC

O Hospital Celso Ramos atende pacientes de Florianópolis e de diversas regiões do Estado. Na manhã desta terça, havia uma longa fila de pacientes à espera de atendimento, vindos de várias cidades catarinenses.

Em nota divulgada no fim da tarde, o governo do Estado disse que o problema ocorreu no “chiller” do sistema de ar condicionado – o resfriador de água no processo de climatização. A nota diz que as peças precisarão ser trocadas e, segundo a empresa responsável pela manutenção, os produtos precisam ser trazidos de São Paulo. A previsão de chegada das peças e conserto total dos equipamentos é sexta-feira (12).

O Estado afirma, também, que o problema não afetou as cirurgias na unidade e nenhum cancelamento por feito por causa da situação do ar condicionado.

*Com informações de Júlio Ettore, da NSC TV

Leia também:

> Painel do Coronavírus: veja todos os dados sobre a doença em SC

> Tire as dúvidas que ainda restam sobre a vacina da Covid-19

Destaques do NSC Total