nsc

publicidade

Brasileiro

Com um a mais, Figueirense empata com o Londrina pela Série B 

Alvinegro fica no 1 a 1 no Orlando Scarpelli, mesmo jogando com um a mais desde início do primeiro tempo

19/07/2019 - 21h06 - Atualizada em: 20/07/2019 - 00h01

Compartilhe

João Lucas
Por João Lucas Cardoso
Figueirense empata com o Londrina pela Série B: 1 a 1
Figueirense empata com o Londrina pela Série B: 1 a 1
(Foto: )

Tem coisas que só acontecem no futebol. No Orlando Scarpelli, que passou trabalho foi o time que teve um jogador a mais por praticamente um tempo e meio de jogo. O Figueirense empatou em 1 a 1 com o Londrina na noite desta sexta-feira, pela 10ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. O ex-Figueira Breno foi expulso com 15 minutos da partida. Enquanto o Alvinegro amassava o adversário, foi surpreendido com um contra-ataque. No segundo tempo, alcançou a igualdade e a pressão pela virada parou na marcação paranaense.

O empate no Scarpelli impede que o Figueirense entre no G4 da Série B nesta rodada. O time chegou aos 17 pontos e não consegue passar o Atlético-GO, com 18 e na quarta colocação. No entanto, o Furacão chegou ao quinto jogo seguido sem derrota.

Lances: veja como foi a partida

A próxima rodada será toda disputada na terça-feira. O Figueira vai enfrentar outra equipe paranaense e novamente no Orlando Scarpelli. O adversário é o Paraná Clube, às 19h15min. Mais tarde, às 21h30min, o Londrina bate de frente com o Vitória no Estádio do Café.

O jogo

Equilíbrio desde o início. Tanto o Figueirense quanto o Londrina até chegavam perto do trave adversária, mas não causavam danos. No entanto, a situação mudou aos 15 minutos. Rafael Marques avançava a área quando foi calçado por Breno, lateral-esquerdo ex-Figueira. Os atletas alvinegros pediram pênalti, mas a falta na frente da área foi marcada - acertadamente - por Gilberto Rodrigues Castro Júnior. No entanto, o ala do time paranaense recebeu o segundo cartão amarelo.

Mudou o panorama da partida, era ataque contra defesa, O time da casa amassou o adversário no campo ofensivo e começou a fazer do gol questão de tempo. Quase foi aos 32, na tijolada de Zé Antônio na batida de falta. O goleiro caiu e rebateu com as pernas. No entanto, quem abriu o placar foi o Londrina - inimaginável naquele momento da partida. Aos 40, uma bola longa para o lado esquerdo encontrou Anderson Oliveira e ele ligou Safira, que desviou para as redes antes de comemorar a inauguração do placar.

O revés parcial obrigou alteração no Figueirense na volta do intervalo. O atacante Robertinho entrou na vaga do volante Zé Antônio para um time mais ofensivo. O Londrina seguia trancado e o Figueira encontrou o caminho do empate pelo lado de campo. Betinho botou para Victor Guilherme passar por Bertotto, ir no fundo e fazer diferente do que o toque pro meio. O lateral-direito arriscou direto e botou na rede (ouça a narração a seguir).

Que por pouco não teve vida curta. Isso porque aos 13, Alemão recuou para um Denis sem saber onde estava o companheiro, distante da área. O goleiro correu para voltar ao interior da grande área e poder dar o tapa providencial. Para tentar a virada, o Figueirense passou a contar com Andrigo em campo, minutos depois do susto. Mesmo com fôlego novo, o Alvinegro não conseguia chegar com força no ataque. A cartada final foi ter dois centroavantes, com Matheus Lucas perto de Rafael Marques. Mas o Londrina se dispôs a ficar com empate e fazer com que a vitória que parecia óbvia quando da expulsão, aos 15 do primeiro tempo, virasse apenas um ponto.

Veja a classificação da Série B do Brasileiro.

FICHA TÉCNICA - Figueirense 1 x 1 Londrina

FIGUEIRENSE

Denis; Victor Guilherme, Alemão, Ruan Renato e Matheus Destro; Zé Antônio (Robertinho), Betinho e Tony; Fellipe Mateus (Andrigo), Rafael Marques e Willian Popp (Matheus Lucas). Técnico: Hemerson Maria.

LONDRINA

Matheus Albino; Raí Ramos, Marcondes, Augusto e Breno; Anderson Leite, Germano e Higor Leite (Bertotto); Anderson Oliveira. Paulinho Moccelin (Sílvio) e Safira (Uelber). Técnico: Alemão.

GOLS: Victor Guilherme, aos 7 do segundo tempo (F). Safira, aos 40 do primeiro tempo (L).

CARTÕES AMARELOS: Ruan Renato e Willian Popp (F). Anderson Leite, Breno e Germano (L).

EXPULSÃO: Breno (L).

ARBITRAGEM: Gilberto Rodrigues Castro Júnior, auxiliado por Clóvis Amaral da Silva e Francisco Chaves Bezerra Júnior (trio de PE).

BORDERÔ: 4.847 torcedores, para uma renda de R$ 88.638,00.

LOCAL: Orlando Scarpelli, em Florianópolis.

Deixe seu comentário:

publicidade