nsc
santa

Saúde

Como funciona o novo método contraceptivo oferecido sem custo em Itajaí

Implante tem durabilidade de três anos e será ofertado somente para casos específicos

19/10/2021 - 14h27

Compartilhe

Redação
Por Redação Santa
Implanon sendo aplicado em paciente
Implanon sendo aplicado em paciente
(Foto: )

As mulheres de Itajaí que se encaixam em alguns critérios da prefeitura (confira lista abaixo) poderão usar uma nova opção de método contraceptivo de forma gratuita na cidade, o implante subdérmico. O Implanon, como é chamado, tem eficácia superior a 99% e durabilidade de três anos. Ele será ofertado pelo SUS nas unidades de saúde do município.

> Acesse para receber as notícias do Santa por WhatsApp

De acordo com a supervisora da Saúde da Mulher de Itajaí, Ana Tereza Boschi, trata-se de uma alternativa à conhecida cirurgia de laqueadura, em que são ligadas as trompas, e é bem menos invasivo.

A laqueadura está entre os procedimentos que são ofertados gratuitamente através do SUS no município, junto com a vasectomia e outros métodos contraceptivos como os preservativos masculinos e femininos, contraceptivos injetáveis e orais, DIUs de cobre e Mirena.

Quem terá direito

  • Adolescentes e mulheres em situação de vulnerabilidade social;
  • Em situações clínicas de risco gestacional;
  • Soropositivas;
  • Que tenham tido mais de três cesáreas;
  • Mulheres que já tiveram mais de três filhos no mesmo parto;
  • Usuárias de drogas;
  • Moradoras de rua;
  • Puérperas de alto risco;
  • Pacientes com comorbidades.

Como funciona o implante contraceptivo

O implante contraceptivo subdérmico ou Implanon é um pequeno tubo de silicone com cerca de três centímetros de comprimento e dois milímetros de diâmetro, que é introduzido pelo profissional de ginecologia no braço da paciente, usando anestesia local.

É um contraceptivo hormonal que previne a ovulação e promove atrofia do endométrio. O hormônio é liberado gradativamente na corrente sanguínea da pessoa.

Um dos benefícios é o fato da paciente não correr o risco de esquecer de tomar as pílulas anticoncepcionais. O implante também melhora os sintomas da TPM e permite que a mulher amamente durante o uso do contraceptivo. Esse método impede a menstruação.

Leia também

Campanha em Blumenau restaura bicicletas usadas para doar a crianças no Natal

Motoristas anunciam "torneio de golfe" nos buracos da BR-470; chuva atrapalha obras

Condomínio de luxo em Gaspar terá quase 30 mil m² de lagos artificiais

Desavença e queima de arquivo levaram a assassinatos de marido e mulher em Rio do Sul

Colunistas