Os resultados do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) foram divulgados nesta terça-feira (16). O exame é a principal porta de entrada de milhares de pessoas no ensino superior, seja em instituições de ensino públicas ou privadas. O resultado também serve de parâmetro para acesso aos auxílios governamentais de financiamento de estudo.

Continua depois da publicidade

Siga as notícias do NSC Total pelo Google Notícias

Com as notas em mãos, os candidatos podem realizar o sonho de ingressar no ensino superior por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) e do Programa Universidade para Todos (ProUni), ambos do Ministério da Educação (MEC).

Também é possível optar pelo Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) ou em processos seletivos no chamado Enem Portugal — lista de universidades e faculdades que têm convênio com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) — e em diversas instituições internacionais de ensino superior.

Sisu

O Sisu é um sistema que reúne as vagas ofertadas por instituições públicas de ensino superior, sejam elas federais, estaduais ou municipais. A partir deste ano o Sisu passará a ter apenas uma edição por ano.

Continua depois da publicidade

Inscrições: de 22 a 25 de janeiro de 2024
Resultados da 1ª chamada: 30 de janeiro de 2024
Matrículas: 1º a 7 de fevereiro de 2024
Lista de espera: manifestar interesse entre 30 de janeiro e 7 de fevereiro de 2024

ProUni

O ProUni oferece bolsas de estudo integrais e parciais em instituições particulares de ensino superior para aqueles que nunca concluíram um curso de graduação. As buscas no site podem ser realizadas por tipo de bolsa (integral e parcial), modalidade (presencial e a distância), curso, turno, instituição e localidade do campus.

Para participar e tentar conseguir uma das vagas, é necessário atingir, no mínimo, 450 pontos na média das notas e ter nota acima de zero na redação da edição anterior. Outra exigência é não ter participado do Enem na condição de treineiro.

Durante o processo para obter uma bolsa integral, o candidato precisa comprovar renda familiar bruta mensal, por pessoa, de até 1,5 salário mínimo; e para a bolsa parcial (50%), a renda familiar bruta mensal deve ser de até 3 salários mínimos por pessoa da família.

Continua depois da publicidade

Fies

o Fies oferece o financiamento, com taxa zero de juros, para cursos superiores não gratuitos. Ou seja, o governo federal paga as mensalidades de estudantes de graduação, que precisam pagar parte da conta durante o curso. No fim, os beneficiados tem que quitar o valor pago pelo governo.

Ao contrário do Sisu e do ProUni — que apenas consideram as notas da edição mais recente —, no Fies, o candidato pode concorrer com os resultados no Enem a partir da edição de 2010. Nesse caso, será selecionada a maior nota.

Leia mais no Metrópoles, parceiro do NSC Total.

Leia também

Única aluna que tirou mil na redação do Enem em SC estudava sozinha até 10 horas por dia

UFSC é a quarta melhor federal do Brasil, diz ranking

UFSC desenvolve embalagem que muda de cor e identifica produto estragado

Publicidade

Além de muita informação relevante, o NSC Total e os outros veículos líderes de audiência da NSC são uma excelente ferramenta de comunicação para as marcas que querem crescer e conquistar mais clientes. Acompanhe as novidades e saiba como alavancar as suas vendas em Negócios SC

Destaques do NSC Total