O concurso público da Polícia Civil de Santa Catarina que prevê a contratação de 60 servidores, igualmente divididos entre delegados e psicólogos, foi autorizado pelo governo estadual, conforme divulgado pelo governador Jorginho Mello (PL) nesta terça-feira (6).

Continua depois da publicidade

Receba notícias de Santa Catarina pelo WhatsApp

A previsão agora é contratar a banca de seleção e avançar com a elaboração do edital, também de acordo com o governador.

“É uma boa notícia que mostra o investimento que estamos fazendo para garantir a segurança das pessoas. Além das novas contratações, estamos equipando melhor a Polícia Civil”, escreveu Jorginho ao divulgar a medida nas redes sociais.

O edital provavelmente não deverá ser lançado já em 2023, conforme a assessoria de imprensa do governo informou ao NSC Total.

Continua depois da publicidade

Em março, à época do lançamento do Plano de Ajuste Fiscal (Pafisc), a Secretaria da Fazenda já havia adiantado que o Estado não realizaria concursos por um ano, para conter despesas, com a previsibilidade, ainda assim, de que nomeações poderiam ser feitas em caráter excepcional.

Há cerca de duas semanas, o delegado-geral da Polícia Civil, Ulisses Gabriel, sinalizou a intenção da corporação em contar com novos servidores. Na ocasião, Gabriel revelou que o pedido inicial era de 30 vagas para delegados e 77 para psicólogos. Contudo, para se moldar à atual situação econômica do Estado, houve um ajuste.

Ainda segundo o delegado-geral, Santa Catarina não tem concurso para psicólogo desde 2010. Já para delegado, o último ocorreu em 2014, o que gerou um “apagão” no efetivo. SC tem, atualmente, 425 delegados, enquanto o ideal seria 510. Ao menos 48 unidades estão sem titular.

Leia mais

Concursos públicos em SC: veja vagas abertas em junho, salários e como se inscrever

Reclamações dos Correios em SC demonstram falhas no serviço de entrega

Recadastramento identifica SC como o estado que mais se armou no governo Bolsonaro

Destaques do NSC Total