Um suposto corpo pendurado na janela de um apartamento causou alvoroço em Florianópolis, com direito a ligações à Polícia Militar por vizinhos assustados, e acabou sendo protagonista de uma publicação viral nas redes sociais, após a moradora do local esclarecer que se tratava, na verdade, de uma roupa de surfe. O noivo dela havia pendurado a vestimenta para secar, confundida por quem olhava de fora com o que seria uma pessoa morta.

Continua depois da publicidade

Receba notícias de Grande Florianópolis pelo WhatsApp

A confusão foi detalhada no Tiktok pela designer Franciele de Oliveira, moradora do apartamento em que o “corpo” estaria pendurado. Em publicação com mais de 780 mil curtidas até o início da tarde desta segunda-feira (10), ela compartilhou um diálogo que teve com o zelador do prédio na ocasião, bastante assustado e acionado por seguranças de um supermercado vizinho ao local para averiguar o caso.

— Me mandaram uma foto de uma pessoa na janela. Está tudo bem aí no prédio? Está tudo tranquilo? — perguntou, na ocasião, o porteiro Orlando Arnoldo Martins.

Ao g1 SC, o zelador disse que a Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina (CBMSC) chegaram a ser chamados pelos funcionários do estabelecimento vizinho. Paralelamente, os seguranças contataram Orlando, já que o número dele estava na portaria do prédio.

Continua depois da publicidade

Segundo Franciele, a confusão aconteceu no último dia 25 de março, por volta das 20h30. O noivo havia chegado da praia no início da tarde e deixado a roupa secando na janela, já que o apartamento não tem sacada. A vestimenta ficaria ao sol por algumas horas, mas o casal acabou se esquecendo de retirá-la.

— Estava cochilando e acabei esquecendo a roupa ali. Assim que acordei, recebi uma mensagem dele. Fiquei preocupada, pensei: o que eu fiz?’ — relatou Franciele, que foi aos risos com o zelador após ter esclarecido do que se tratava o suposto corpo na janela.

— Que alívio. Agora, eu também estou aqui rindo à toa. Mas vou dizer pra ti que me arrepiei todo, estava suando frio, pensando: “Meu Deus, o que aconteceu?” Fiquei apavorado — disse Orlando, em um áudio.

Veja diálogo entre moradora e zelador após susto com “corpo”

Leia mais

Florianópolis tem segunda-feira caótica no trânsito após tombamento de caminhão de lixo

Continua depois da publicidade

Como não cair no golpe da pirâmide financeira

Destaques do NSC Total