Em uma rara aparição, a ave mariquita-de-perna-clara foi fotografada em Criciúma, no Sul de Santa Catarina. O registro, de autoria do fotógrafo Arlindo Pizzolo, foi feito no dia 25 de maio no Parque das Nações e, desde então, tem atraído profissionais de todo o Estado em busca de novos registros.

Continua depois da publicidade

Receba notícias de Santa Catarina pelo WhatsApp

— A repercussão no meio fotográfico de observadores de aves foi intensa. Movimentou o parque. Até hoje, tem gente vindo de todo lado do Estado, até de outros estados vizinhos, para fazer uma fotografia desse pássaro que vem de tão longe — conta o fotógrafo.

Saiba quando visitar o Farol de Santa Marta em Laguna sem agendamento

O registro de Pizzolo faz parte do projeto Recanto das Aves, do Museu de Zoologia da Universidade do Extremo Sul Catarinense (Unesc). A iniciativa tem como objetivo mostrar, por meio de exposição fotográfica, a biodiversidade na região.

Continua depois da publicidade

— Para mim, foi um achado, como se fosse um prêmio. Fotografar esse pássaro raro na região foi realmente um privilégio — destacou Pizzolo.

Características

Com o nome científico de Setophaga striata, a mariquita-de-perna-clara é um pássaro cujo tamanho varia de 12 a 15 centímetros. A ave é capaz de viajar aproximadamente 2,5 mil quilômetros em um voo sem paradas.

— É rara por ser uma espécie que realiza uma longa migração viajando mais de 8 mil quilômetros do Alasca até o Brasil, de acordo com registros. E por isso ela é muito difícil de ser visualizada — explica a coordenadora do Museu de Zoologia da Unesc, Morgana Gaidzinski.

Veja fotos da ave rara

Continua depois da publicidade

Leia mais

FOTOS: Casas de pedra mantêm viva a história da imigração italiana no Sul de SC

Saiba quando visitar o Farol de Santa Marta em Laguna sem agendamento

Destaques do NSC Total