nsc
    nsc

    Sebrae Acelera Negócios

    Consultoria ajuda empresas a organizarem processos para aumentar vendas

    Alinhamento de processos realizados com auxílio do Sebraetec permitiu que a despachante continuasse atuando 

    30/10/2020 - 17h00 - Atualizada em: 05/11/2020 - 10h23

    Compartilhe

    Estúdio
    Por Estúdio NSC
    Empresa do Oeste catarinense conta como conquistou certificação ISO 9001
    (Foto: )

    Quando a Despachante Viana precisou atualizar seu credenciamento no Departamento Estadual de Trânsito de Santa Catarina (Detran-SC), foi necessário adequar seus processos internos para que pudesse conquistar o certificado ISO 9001 – exigência do Detran para o funcionamento de empresas desse setor. A certificação é necessária porque garante a qualidade do atendimento e dos serviços prestados aos clientes.

    Com a participação no Programa de Consultoria de Inovação e Tecnologia do Sebrae (Sebraetec), a Despachante Viana, de Caxambu do Sul, Oeste catarinense, implantou melhorias no atendimento e nos processos internos e pôde adequar a empresa às normas da ISO.

    – Entrei em contato com a equipe do Sebrae para saber sobre a possibilidade de a entidade prestar auxílio para essa demanda. Prontamente, fui atendida e direcionada sobre os trâmites para obter o apoio. A consultoria foi muito importante para realizarmos a implementação da ISO 9001, pois tínhamos prazo a cumprir e precisávamos da certificação. Recebemos todo o apoio necessário, com atenção e profissionalismo na demanda proposta – explica a empresária e despachante Tânia Regina Rosa.

    Um dos objetivos do Sebraetec é estimular a transferência de tecnologia entre instituições e pequenas empresas, ajudando o empreendedor a superar problemas de gestão e a ultrapassar barreiras tecnológicas. Na Despachante Rosa, algumas das ações implementadas com o auxílio do Sebraetec foram a implantação de um mural informativo e atualizado e de planilhas de controle; a realização de pesquisa de satisfação do cliente; a elaboração da política da empresa (divulgada por meio de banner); e o levantamento da satisfação dos fornecedores.

    Essas ações ajudaram a empresa a superar desafios durante o processo de credenciamento e de implementação de Sistema de Gestão da Qualidade (SGQ). A empresária explica que antes da consultoria do Sebrae, os métodos de qualidade eram próprios – haviam sido idealizados e eram realizados na própria empresa.

    – Elaborávamos nosso próprio método de qualidade e tivemos dificuldade para compreender a linguagem da ISO, suas prerrogativas e como administrá-la. Aprendemos com as consultorias muitas novidades, desde organização documental até de relacionamento com o cliente – relata a empresária.

    O programa Sebraetec ajudou a adequar os processos, reduzir os custos operacionais, aumentar a produtividade, melhorar a satisfação do cliente, tornar a empresa uma referência na região e, consequentemente, gerou melhores resultados.

    Estratégia de posicionamento de marca trouxe quase 10 mil seguidores à empresa de calçados

    A empresária Tamires Munita, proprietária da indústria de calçadista Gatza Shoes, de São João Batista, procurou o Sebrae porque sabia que precisava fortalecer a presença de sua marca no meio digital. Com o acompanhamento do Sebraetec, a Gatza Shoes pulou de 1043 seguidores nas redes sociais Facebook e Instagram para 95 mil, o que representa um crescimento de 9.200%, aumentando as vendas online, realizadas no e-commerce da empresa.

    O Sebraetec conectou a empresária e seu irmão, sócio na empresa, com o Instituto de Design Inovação e Tecnologia (IDIT), responsável por criar as estratégias e promover ações de marketing digital, como como o planejamento do conteúdo que seria produzido pela empresa – quantidade e periodicidade das postagens, elaboração de personas (público-alvo) e da linguagem que seria usada para a criação da identidade da marca.

    – Tínhamos uma grande dificuldade com as mídias, mas com o Sebraetec conseguimos transformar e desenvolver as redes sociais da empresa, o que contribuiu para um crescimento desses meios, possibilitando nossa entrada no e-commerce. Construímos os projetos e conteúdos certos que fizeram com que criássemos nossa identidade visual, conquistando posicionamento no mercado e nos aproximando do nosso público-alvo. Neste período de pandemia, o fato de já estarmos trabalhando com o Sebraetec nos deu base para passarmos por esta fase sem maiores problemas, pois já estávamos inseridos no mundo digital – valoriza Tamiris.

    Aumento do subsídio a empresas

    Para ajudar empresas como a de Tamiris a enfrentarem a crise e retomarem o crescimento, o Sebrae/SC ampliou seu leque de serviços e facilitou o acesso a eles. Entre as ações implantadas, a instituição aumentou em 10% (passando de 60% para 70%) o subsídio a empresas que desejam participar do Sebraetec – os outros 30% ficam a cargo da empresa.

    O Sebraetec é uma consultoria que oferece ferramentas adequadas à realidade de cada empresa, permitindo que identifiquem quais processos tecnológicos devem ser implementados ou aperfeiçoados, além de conectar empresários e gestores a um prestador de serviços especializado, capaz de atender a demanda específicas.

    – Nosso objetivo é garantir subsídios para as empresas para que elas se preparem para enfrentar essa crise. Muitas vão precisar aperfeiçoar o seus processos produtivos, outras terão que implementar novas tecnologias e serviços. Por isso, o Sebrae/SC aumentou os recursos financeiros destinados para esse projeto, a fim de apoiar os pequenos negócios neste momento – explica Jefferson Bueno, gerente de Inovação do Sebrae/SC.

    O Sebraetec disponibiliza serviços para que as pequenas empresas regulamentem suas atividades de acordo com a legislação; reduzam os custos operacionais; ampliem a área de atuação, conquistando novos mercados.

    Podem participar do Programa os pequenos empreendimentos (com faturamento até R$ 4,8 milhões ao ano (microempresas, empresas de pequeno porte e microempreendedores individuais); pessoas físicas que estejam registradas no Sistema de Informações Cadastrais do Artesanato Brasileiro (SICAB) e tenham a Carteira Nacional do Artesão ou Carteira Nacional de Trabalhador Manual (com a carteira válida no momento do atendimento); e produtores rurais com inscrição estadual de produtor, número do Imóvel Rural na Receita Federal (NIRF) ou registro de pescador.

    Para participar do Sebraetec, basta entrar em contato com o Sebrae/SC no site.

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Especiais Publicitários

    Colunistas