nsc
    hora_de_sc

    Ações contra a covid-19

    Coronavírus: 38 ônibus de turismo já foram barrados na entrada da Ilha em Florianópolis após restrição de acesso

    Prefeitura proibiu nesta quinta a entrada de ônibus e vans de outras cidades na Ilha de SC para tentar conter vírus

    20/03/2020 - 07h55 - Atualizada em: 20/03/2020 - 08h05

    Compartilhe

    Por Guilherme Simon
    Ônibus barrado Florianópolis
    Agentes da Guarda Municipal abordam ônibus no lado continental da Ponte Pedro Ivo Campos, em Florianópolis
    (Foto: )

    A Guarda Municipal de Florianópolis já barrou 38 ônibus e vans de turismo após a restrição de veículos na entrada da Ilha de Santa Catarina. Como medida para conter o novo coronavírus, o acesso de ônibus de outras cidades pela Ponte Pedro Ivo Campos foi proibido pela prefeitura da Capital nesta quinta-feira (19).

    > Em site especial, saiba tudo sobre o novo coronavírus

    De acordo com o subcomandante da Guarda Municipal de Florianópolis, Ricardo Pastrana, a fiscalização no lado continental da ponte já durava aproximadamente 24 horas por volta das 8h desta sexta.

    Ainda segundo Pastrana, todos os 38 veículos barrados eram de outros países, entre eles Uruguai, Paraguai e Argentina. A maioria foi impedida de entrar e teve que voltar para casa. Os que estavam vazios e chegavam à Ilha para buscar turistas tiveram a passagem liberada.

    Um dos proibidos de entrar na manhã desta sexta levava turistas argentinos para a Praia de Canasvieiras, no Norte da Ilha. A abordagem aconteceu por volta das 6h45min. O motorista do ônibus disse que não sabia da restrição.

    A medida de restrição de ônibus e vans de outras cidades foi anunciada pelo prefeito Gean Loureiro nesta quinta-feira e vale por sete dias. Por enquanto, ela não afeta carros e outros veículos. Os ônibus de transporte público destinados a profissionais de saúde também seguem liberados.

    Restrição nas praias

    Além de barrar a entrada de ônibus de outras cidades pela Ponte Pedro Ivo, que liga o continente à Ilha, a prefeitura de Florianópolis também proibiu o uso das praias da Capital. A decisão, que também vale inicialmente por sete dias, foi tomada após uma manhã de praias lotadas em Florianópolis, mesmo com todas as medidas restritivas de quarentena por causa do coronavírus.

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Saúde

    Colunistas