nsc
dc

Covid-19

Coronavírus em Chapecó: hospital de campanha já atendeu  123 pessoas

Situação na cidade é considerada tranquila pela secretaria de Saúde

26/03/2020 - 10h53 - Atualizada em: 26/03/2020 - 10h54

Compartilhe

Darci
Por Darci Debona
Chapecó tem quatro casos confirmados de coronavírus
Ruas de Chapecó continuam com pouco movimento pela orientação de isolamento
(Foto: )

Em apenas três dias 123 pessoas foram atendidas no Hospital de Campanha, que foi instalado na Escola Marechal Borman, em Chapecó. O local, no centro da cidade, foi criado para consultar pacientes com sintomas de coronavírus e evitar acúmulo de pessoas nas unidades de saúde. No Hospital de Campanha os pacientes são avaliados, já saem com o medicamento, se for necessário, encaminhado ao Hospital Regional do Oeste.

De acordo com o médico infectologista da secretaria de Saúde de Chapecó, Hugo Noal, o atendimento em Chapecó está funcionando munto bem.

- A situação é tranquila, estão sendo feitas as consultas, orientações, investigações, temos os critérios de internações e estamos ampliando a estrutura no Hospital Regional – disse Noal.

A secretaria de Estado da Saúde só confirmou dois casos de Chapecó e outros dois foram confirmados pelo município mas ainda dependem da atualização pelo estado.

Os casos supeitos são sete, sendo que quatro estão internados, um em UTI.

​Em site especial acompanhe todas as notícias sobre o coronavírus

Neste local ele afirmou que estão buscando separar os doentes pois alguma suspeitas do coronavírus , de problemas respiratórios podem ser relativos a outras doenças, como gripe ou pneumonia.

Durante a entrevista coletiva a responsável pela imunização do município, Diane Negri, informou que Chapecó recebeu ontem mais quatro mil doses da vacina contra a gripe, do estado. Ela informou que, se faltar em alguma unidade o público, que neste momento é de idosos e profissionais da saúde, devem se dirigir para os postos especializados montadas nas escolas Pedro Maciel, no bairro Maria Goretti, e Tancredo Neves, no bairro Efapi.

O prefeito Luciano Bulgon no final manhã desta quinta-feira também terá uma reunião com associações empresariais da cidade para tratar da retomada gradual das atividades, a partir de quarta-feira. Já as aulas devem ficar suspensas em torno de 30 dias, no atual cenário, prevê o prefeito.

Deixe seu comentário:

Últimas notícias

Loading interface... Todas de Saúde

Colunistas