nsc
dc

Liberação gradual

Coronavírus em SC: cadeia automotiva, implementos agrícolas e lavanderias reabrem nesta quarta 

Entenda as regras determinadas pelo governo para a retomada desses segmentos

08/04/2020 - 05h30

Compartilhe

Por Márcio Serafini
Oficinas mecânicas estão autorizadas a reabrir, mas devem seguir regras
Oficinas mecânicas estão autorizadas a reabrir, mas devem seguir regras
(Foto: )

Estabelecimentos da cadeia produtiva automotiva, náutica e de implementos agrícolas e lavanderias estão autorizados a reabrir nesta quarta-feira (8) em Santa Catarina. Esses segmentos se juntam a mercados, farmácias, bancos, lotéricas, deliveries, lojas de chocolates e a profissionais liberais e autônomos, enquanto shoppings e comércio de rua dos demais segmentos seguem fechados pelo 22º dia no Estado. O transporte coletivo municipal, intermunicipal e interestadual segue parado.

O governo adota a liberação gradual como estratégia para o que considera "o convívio responsável com o novo coronavírus" à medida em que vai fortalecendo o sistema público de saúde. O anúncio foi feito pelo governador Carlos Moisés na noite desta terça-feira (7), quando também anunciou a prorrogação das medidas de isolamento social por mais cinco dias (até o domingo de Páscoa, 13).

> Em site especial, saiba tudo sobre o coronavírus

- São setores em que havia necessidade de complementação da liberação, uma vez que o transporte de cargas, o delivery e o transporte individual de passageiros estão funcionando. Os carros, motocicletas e maquinário agrícola precisam desse respaldo para funcionar. A gente entende que complementa uma cadeia que já estava funcionando de fato - disse o governador.

A cadeia automotiva, náutica e de implementos agrícolas inclui estabelecimentos como oficinas mecânicas, autoelétricas, borracharias, comércio de veículos e autopeças, locação, despachantes, autoescolas, serviços inspeção veicular e lavações. A reabertura desses segmentos foi reivindicada há duas semanas pela Federação das Associações Empresariais de Santa Catarina (Facisc) em conjunto com a Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas (FCDL-SC) e a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (Fecomércio-SC).

A liberação das lavanderias também se aplica a tinturarias e lavanderias de auto-serviço.

O Centro de Operações de Emergência em Saúde (Coes) editou duas portarias nesta terça-feira (7), de número 230 e 231, com as regras para a atuação segura desses segmentos. O objetivo é prevenir o contágio por coronavírus.

Entre as normas estabelecidas, estão:

- a necessidade de um sistema de agendamento para a prestação do serviço sempre que cabível;

- distanciamento mínimo de 1,5 metro entre todas as pessoas presentes nos locais, como clientes e funcionários;

- disponibilização de álcool em gel 70%;

- atendimento preferencial e especial a idosos, hipertensos, diabéticos e gestantes, garantindo um fluxo ágil de maneira que estas pessoas permaneçam o mínimo possível no estabelecimento.

O governo disse que a flexibilização das restrições a partir da próxima segunda-feira, 13, está em estudo, seguindo recomendação do Ministério da Saúde.

Confira o que determinam a portaria 230 e a portaria 231.

Colunistas