nsc

Prevenção 

Coronavírus: professor da UFSC ensina a fazer máscaras caseiras

Ministério da Saúde orienta que uso pode ajudar na prevenção da doença

03/04/2020 - 14h39 - Atualizada em: 03/04/2020 - 15h09

Compartilhe

Mateus
Por Mateus Boaventura
.
(Foto: )

O Ministério da Saúde passou a orientar a produção de máscaras faciais simples, de pano, que também funcionam como barreiras na propagação da Covid-19. Antes disso, a Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) publicou um manual de como criar o modelo. A ideia é usar materiais facilmente encontrados no mercado e até em casa, excluindo os produtos destinados aos profissionais de saúde.

>> Em site especial, acompanhe tudo sobre o coronavírus​​

Como fazer

O Professor do departamento de Microbiologia, Imunologia e Parasitologia da UFSC, Carlos Rodrigo Zárate-Blades faz parte do grupo de cientistas que elaborou o manual no Centro de Ciências Biológicas da universidade. Ele disse que a máscara é uma forma de prevenção, mas deve ser complementar aos atos de higiene pessoal.

— Ela é uma medida adicional que deve ser aplicada além de lavar as mãos de forma repetitiva e fazer o distanciamento social — contou.

>> Painel do Coronavírus: mapas e gráficos mostra a evolução da doença​

Materiais

Tecidos ideais para confecção:

a) Tecido não elástico (tipo tricoline ou malha de camiseta fina com quantidade mínima de algodão de 65% na sua composição) – fazer camada tripla conforme explicado a seguir, e adicionar um elemento filtrante absorvente de polipropileno + celulose, comumente vendido como rolos de papel de cozinha reutilizável (como por exemplo, da marca Scott Duramax, ou similar, veja composição, não qualquer papel-toalha de cozinha).

A máscara feita deste material é lavável e reutilizável. A folha de elemento filtrante precisa ser trocada após quatro usos (quatro desinfecções da máscara).

b) Tecido-não-tecido (TNT) de alta compactação e diferentes gramaturas (nunca menor de 45 g/m², e recomendado 100 g/m²) e 100% polipropileno – fazer camada tripla com o mesmo formato explicado abaixo, mas sem precisar do elemento filtrante sugerido para as de algodão. Uso único descartável.

2. Os tamanhos ideais de tecido:

Tamanho G: Pedaço externo: 30 cm (altura) x 23 cm (largura) + Interno: 18 cm (altura) x 23 cm (largura).

Tamanho P: Pedaço externo: 25 cm (altura) x 23 cm (largura) + Interna: 15 cm (altura) x 23 cm (largura).

3. Coloque dois elásticos de 17 cm cada, nas laterais, para segurar a máscara atrás das orelhas com alguma tensão.

Quem deve usar

O professor Carlos Rodrigo Zárate-Blades fez uma ressalva quanto a utilização por crianças, porque o usuário tem que ter saber que não pode colocar a mão na máscara durante o uso. Outro ponto de atenção e que elas devem ser usadas no máximo por duas horas. E que a utilização de filtro de café não é recomendada.

A UFSC disponibilizou imagens explicativas com o passo a passo para criação das máscaras caseiras.

Colunistas