nsc

    Campanha

    Coronavírus: vacinação de idosos contra a gripe em São José é suspensa neste sábado 

    Doses restantes serão usadas para imunizar profissionais de saúde e das forças de segurança

    20/03/2020 - 13h56

    Compartilhe

    Leandro
    Por Leandro Lessa
    Nova remessa de vacinas é esperada em São José para atualizar cronograma
    Nova remessa de vacinas é esperada em São José para atualizar cronograma
    (Foto: )

    Em São José, não haverá mais a vacinação contra a gripe para os idosos neste sábado (21). Na quinta-feira, foram imunizados 7 mil idosos, cerca de 30% do público alvo do município. A prefeitura alega que precisa imunizar os profissionais de saúde e das forças de segurança com as 3 mil doses restantes, neste primeiro momento, dentro do combate à propagação do novo coronavírus.

    Leia também: São José celebra aniversário com vacinação de 7 mil idosos

    As equipes vão fazer a vacinação dos profissionais nos hospitais de São José, além da imunização das forças de segurança, como Guarda Municipal, Corpo de Bombeiros e Polícia Militar. Segundo o município, a vacinação destes setores é essencial, por estarem na linha de frente no atendimento à população, durante este período de pandemia de coronavírus.

    A prefeitura de São José aguarda, na próxima semana, uma nova remessa de vacinas pelo Ministério da Saúde, que adiantou a campanha nacional para segunda-feira (23). As primeiras faixas atendidas serão a de idosos de 60 anos ou mais e a de trabalhadores da saúde. Quando chegarem as novas doses, será divulgado como ocorrerá a vacinação no município.

    Leia também: SC receberá 2,5 milhões de doses da vacina contra a gripe

    Ouça a entrevista com a secretária de Saúde de São José, Sinara Simioni:

    As etapas da Campanha de Vacinação contra a gripe:

    - 1ª fase (a partir do dia 23 de março): idosos com 60 anos ou mais e trabalhadores da saúde;

    - 2ª fase (a partir do dia 16 de abril): professores de escolas públicas e privadas, profissionais das forças de segurança e salvamento, portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais;

    - 3ª fase (a partir do dia 09 de maio): crianças de 6 meses a menores de 6 anos de idade (5 anos, 11 meses e 29 dias), gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), povos indígenas, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas, população privada de liberdade, funcionários do sistema prisional, adultos de 55 a 59 anos de idade e pessoas com deficiência física, visual, auditiva, múltipla, intelectual e mental.

    Fonte: Dive/SC

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Saúde

    Colunistas