nsc
dc

Investigação

CPI dos respiradores vai ouvir vereador de Florianópolis sobre áudio citando Douglas Borba

Vereador Ed Pereira (PSDB) deve prestar depoimento na comissão na próxima terça-feira (28)

21/07/2020 - 18h45

Compartilhe

Lucas
Por Lucas Paraizo
CPI dos respiradores
Reunião da CPI dos respiradores também aprovou um pedido à Justiça solicitando parte da investigação que segue sob sigilo
(Foto: )

A CPI dos respiradores na Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc) aprovou nesta terça-feira (21) um requerimento para ouvir o vereador Ed Pereira (PSDB), de Florianópolis. Trata-se de um nome novo em toda a trama da polêmica compra dos 200 respiradores por R$ 33 milhões pelo governo do Estado.

Upiara Boschi: Ao chamar Moisés de mentiroso, Naatz antecipa o tom do relatório final da CPI dos Respiradores

O requerimento foi feito pelo presidente da CPI, o deputado Sargento Lima (PSL), com base em um suposto áudio captado antes de uma sessão da Câmara de Vereadores de Florianópolis. Conforme o requerimento, no áudio Ed Pereira conversa com outros vereadores sobre alguns nomes do governo estadual. Ao falar do ex-chefe da Casa Civil, Douglas Borba, Pereira teria dito que "empresários paulistas investiram pesado no Douglas Borba".

Borba é um dos nomes do governo envolvidos na investigação sobre os respiradores. Ele chegou a ser preso preventivamente e, conforme a força-tarefa da Operação Oxigênio, teria sido o responsável por indicar à Secretaria de Estado da Saúde (SES) intermediários para a negociação com a Veigamed. Entre eles está o empresário paulista Fábio Guasti - que atuou como representante da empresa fluminense e também foi preso.

A conversa gravada não deixa claro em momento algum que o assunto dos vereadores tem relação com a compra dos respiradores. A gravação teria sido feita em meados de abril (a compra foi consolidada no dia 1º de abril) e veio à tona nos últimos dias.

Pelo áudio não citar especificamente o caso dos respiradores, houve um breve debate entre os deputados sobre a necessidade de um depoimento do vereador Ed Pereira para esclarecer os fatos. No entanto, os membros da CPI decidiram acompanhar o pedido de Lima e aprovar o pedido.

A expectativa da CPI é que o depoimento seja marcado para a próxima terça-feira (28), no que deve ser a última reunião aberta da comissão antes da entrega do relatório final por parte do relator Ivan Naatz.

Como o Diário Catarinense já havia adiantado nesta segunda-feira (20), a CPI aprovou também um requerimento ao Supremo Tribunal de Justiça e ao Ministério Público pedindo acesso a um inquérito da investigação criminal que ainda está em sigilo.

A reportagem tentou contato com o vereador Ed Pereira por telefone, mas não teve retorno.

Leia também

Renato Igor: Impeachment de Moisés explica-se mais pela fragilidade política do que por crime de responsabilidade

> Moisés responde as 15 perguntas da CPI dos Respiradores; veja o que disse o governador

Colunistas