nsc
santa

Irresponsabilidade

Criança de um ano fica trancada em carro por 10 minutos em Blumenau e pai vai preso

Pai foi às compras no supermercado e deixou o filho sozinho no carro; pequeno foi encontrado passando mal

21/06/2022 - 06h21 - Atualizada em: 21/06/2022 - 06h27

Compartilhe

Talita
Por Talita Catie
PM foi chamada pouco antes das 17h no supermercado
PM foi chamada pouco antes das 17h no supermercado
(Foto: )

Um caso de irresponsabilidade por pouco não terminou em tragédia em Blumenau na tarde desta segunda-feira (20). Uma criança de apenas um ano e 11 meses foi deixada sozinha e trancada em um carro enquanto o pai foi às compras no supermercado. Testemunhas perceberam o garoto passando mal e chamaram a Polícia Militar. 

Clique aqui e receba notícias do Vale do Itajaí pelo WhatsApp

Quando a PM chegou ao estacionamento do supermercado, no bairro Victor Konder, várias pessoas estavam no entorno do veículo. O menino estava com a pele avermelhada, suando, espumava pela boca e revirando os olhos, segundo os policiais. O Samu precisou ser chamado para prestar socorro. 

Quando o pai do pequeno apareceu disse aos militares que o filho ficou um minuto sozinho. Porém as câmeras de segurança mostraram o contrário. De acordo com a PM foram ao menos 10 minutos. O homem de 54 anos acabou preso em flagrante pelo crime de abandono de incapaz, com pena seis meses a três anos de detenção.

O Conselho Tutelar esteve no supermercado e, após o atendimento médico, o menino foi entregue à mãe. 

Segundo caso de abandono em 15 dias

No dia 9 de junho, um menino de cerca de dois anos foi encontrado sozinho dentro de uma casa do bairro Itoupava Central, em Blumenau. Uma denúncia anônima levou a Polícia Militar ao local. Os agentes acionaram o Conselho Tutelar, que acolheu o garoto.

Os policiais viram o menino através da janela. O pátio da residência estava tomado por latas de cerveja e não havia ninguém na moradia, descreveu a PM. Os profissionais entraram na residência e atenderam a criança, que estava deitada em uma cama.

A PM não encotrou documentos que pudessem identificá-la ou os pais. O Conselho Tutelar levou o pequeno para o abrigo municipal e não deu detalhes sobre o caso por conta do Estatuto da Criança e do Adolescente.

Leia também 

O que esperar do inverno em Blumenau neste ano

Morador de Blumenau poderá ver imagens da régua do Rio Itajaí-Açu ao vivo

Blumenau joga no lixo 10 mil comprimidos de cloroquina vencidos

Colunistas