nsc

publicidade

Brasileiro

Criciúma perde para o América-MG e corre risco de voltar ao Z4 da Série B 2019 

Sem conseguir dar trabalho ao adversário, Tigre foi derrotado por 2 a 0 no Independência

10/09/2019 - 22h51

Compartilhe

João Lucas
Por João Lucas Cardoso
Criciúma perde para o América-MG no Independência pela Série B 2018
Criciúma perde para o América-MG no Independência pela Série B 2018
(Foto: )

Não funcionou. O Criciúma perdeu para o América-MG por 2 a 1 na noite desta sexta-feira, de abertura da 22ª rodada da Série B 2019. Devagar e acumulando falhas, o Tigre não conseguiu aplicar a proposta de Waguinho Dias, de time com intensidade e jogadas em velocidades pelos lados. Longe disso. Com a derrota no Independência fica arriscado a voltar ao Z4. Tem apenas um ponto a mais que o 17º colocado, o Figueirense, e a rodada termina apenas no domingo.

Ao menos o Criciúma ganha tempo para se preparar com o técnico Waguinho Dias, que fez seu terceiro jogo no comando. O próximo jogo será apenas na sexta-feira seguinte. Às 19h15min, no Heriberto Hülse, o Tigre recebe o Atlético-GO. O América joga no mesmo dia, às 21h30min, contra o Sport, na Ilha do Retiro.

O jogo

Custou a embalar. Os primeiros minutos foram de troca de passes, retomada de posse e faltas de intermediária a intermediária. Não aconteceu nada até os 19 minutos. Foi quando a jogada individual de Matheusinho culminou com a primeira finalização. E na rede. O meia-atacante do América-MG saiu do ponta para o meio se livrando de três marcadores antes da paulada cruzada e fora de alcance para Luiz.

A partida seguiu igual apenas ao Criciúma, que não passava da intermediária americana. Além da transição lenta, sofria com falhas dos jogadores de defesa. A vantagem deixou o time da casa tranquilo para construir em campo, embora não conseguisse acertar o gol. Luiz viu chutes de Júnior Viçosa, aos 22, e de Leandro Silva, aos 26, passarem longe da trave.

Aos 39, a bola veio do ataque para a defesa, recuada para reiniciar uma tentativa de jogada, e o zagueiro Sandro deu de letra direto para fora. Foi o retrato do Criciúma intranquilo e sem ação. O América-MG se firmava no comando da partida e só não achou a ampliação porque Júnior Viçosa não era feliz nos arremates. Diferente de Matheusinho. Aos 45, depois de jogada pelo lado direito de ataque, Diego Ferreira mandou a cruzada rasteira que achou o camisa 10 para bater de primeira e colocar o segundo gol no placar.

Por mais velocidade, o Tigre voltou do intervalo com Marcos Vinícius e Caíque nas vagas de Maicon e Daniel Costa. Com seis minutos do segundo tempo, o Tigre conseguiu a primeira finalização. Marlon bateu falta na área e Sandro cabeceou. Nas mãos do goleiro. A equipe tricolor melhorou um pouco, mas a reação custava a começar.

Até que aos 19 o Criciúma não perdoou um erro do América-MG. O zagueiro Ricardo Silva furou feio, Caíque tomou e botou para Léo Gamalho empurrar para a rede e diminuir, Com o atacante Andrew logo em seguida, o Tigre tentava um pouco mais, porém acossava pouco a meta de Airton. A expectativa de crescimento após o gol, não passou de expectativa.

No final, ainda o goleiro Luiz saiu do gol e parou uma jogada agarrando Neto Berola. Foi expulso aos 46 minutos e Marlon foi o arqueiro do Tigre nos instantes finais. Com o revés, torce para que pelo menos quatro equipes tropecem nos jogos de sexta, sábado e domingo.

FICHA TÉCNICA - América-MG 2 x 1 Criciúma

AMÉRICA-MG

Airton; Leandro Silva, Ricardo Silva, Pedrão e João Paulo; Flávio (França), Willian Maranhão e Juninho; Diego Ferreira (Neto Berola), Matheusinho (Marcelo Toscano) e Júnior Viçosa. Técnico: Felipe Conceição.

CRICIÚMA

Luiz; Maicon (Marcos Vinícius), Derlan, Sandro e Marlon; Liel, Wesley e Daniel Costa (Caíque); Reinaldo, Vinícius (Andrew) e Léo Gamalho. Técnico: Waguinho Dias.

GOLS: Matheusinho, aos 19 e aos 45 do primeiro tempo (A). Léo Gamalho, aos 19 do segundo tempo (C).

CARTÕES AMARELOS: João Paulo, Pedrão e Ricardo Silva (A). Caíque, Derlan, Marcos Vinícius, Reinaldo e Wesley (C)

EXPULSÃO: Luiz (C).

ARBITRAGEM: Diego Pombo Lopez, auxiliado por Elicarlos Franco de Oliveira e Jucimar dos Santos Dias (trio da BA).

BORDERÔ: 1.583 torcedores, para renda de R$ 7.384.

LOCAL: Independência, em Belo Horizonte.

Leia mais notícias do Criciúma.

Deixe seu comentário:

publicidade