O aquário gigante de Balneário Camboriú tem novos moradores. Desde quarta-feira (31), os visitantes podem conhecer diversas novas espécies no mangue e no recife de corais recém-criados no Oceanic Aquarium. Entre as novidades estão os lindos e encantadores guarás-vermelhos e também peixes blue tang — a Dory do filme Procurando Nemo (veja nas galerias de fotos abaixo).

Continua depois da publicidade

Receba notícias de Itajaí e região por WhatsApp

O mangue foi montado no andar superior dos animais de água doce e abriga espécies da água e do ar. Os exuberantes guarás-vermelhos (Eudocimus ruber) oferecem um colorido ímpar para o local. A palavra “guará” deriva do tupi auará, que significa vermelho. A espécie é uma das mais belas aves brasileiras, possui bico escuro, fino, longo e curvado para baixo.

A plumagem vermelha por causa da alimentação à base do caranguejo — que possui um pigmento que tinge as plumas — chama a atenção. Essas aves também se alimentam de insetos, sementes, frutas, vegetais e crustáceos. No aquário eles se alimentam de ração específica para espécie, que já contém o pigmento para que eles possam manter a cor exuberante.

O guará é a ave símbolo de Trindade e Tobago e, além desse país, a ave vive no Brasil, Colômbia, Venezuela, Equador e Guianas. Na estrutura em Balneário Camboriú, eles vão dividir o habitat com cinco iguanas-verde (Iguana iguana). O réptil se alimenta principalmente de vegetais, sabe nadar muito bem, possui uma barbela desenvolvida e espinhos nas costas.

Continua depois da publicidade

Recife de corais

Outro novo habitat é o aquário de recife de corais, que tem mais de 15 espécies. Entre elas estão a blue tang — a Dory de Procurando Nemo—, baiacu-cara-de-cachorro, peixe-porco, salema, donzela, tang sailfin e angel asfur. O espaço simula o ambiente recifal oceânico, que naturalmente abriga muitas espécies, onde encontram refúgio, local para alimentação e reprodução.

O aquário é extremamente colorido por conta dos corais e os peixes que vivem ali possuem muitas cores por causa do ambiente (como mostram as imagens abaixo). Esse novo habitat fica no térreo e pode ser visto no começo e no final da visita aos animais de água salgada. Isso porque ele atravessa todo o o ambiente.

Leia mais

Flagrante em aquário de Balneário Camboriú mostra “parto” de mais de 300 cavalos-marinhos

Boeing que causou confusão em rodovia do PR vai virar balada em Camboriú; veja fotos

Destaques do NSC Total