nsc
dc

Crime

Criminosos do "golpe dos nudes" usam perfil falso com foto de delegado de SC para extorquir vítimas

Na delegacia de Turvo, no Sul do Estado, Lucas Fernandes foi atender o registro de ocorrência e se deparou com a própria imagem sendo usada pelos criminosos

27/08/2020 - 09h46 - Atualizada em: 27/08/2020 - 10h14

Compartilhe

Lariane
Por Lariane Cagnini
delegeado
Criminosos usaram o nome e a foto do delegado para tentar extorquir a vítima
(Foto: )

O delegado Lucas Fernandes da Rosa, da delegacia de Turvo no Sul de Santa Catarina, teve um surpresa enquanto registrava um boletim de ocorrência de tentativa de extorsão. A foto e o nome dele foram usados pela pessoa que enviava mensagens à vítima do chamado "golpe dos nudes". O perfil falso se passava pelo delegado e exigia dinheiro.

Santa Catarina tem 7,2 milhões de habitantes, aponta IBGE

- O que me chamou atenção, me deixou surpreso, é que a imagem que esse homem apresentou era uma foto minha, que extraíram de uma reportagem. O homem apresentou o áudio, onde os criminosos exigiam dinheiro sob alegação de que a vítima era menor de idade, que ele estava sendo investigado pelo crime de pedofilia - detalha o delegado.

Saiba como receber notícias do NSC Total no WhatsApp

No "golpe dos nudes", criminosos criam perfis falsos nas redes sociais de moças jovens e bonitas, e passam a conversar com homens. Depois de um tempo, inicia a troca de fotos íntimas, e assim que o homem envia, é acusado de pedofilia pelos criminosos. Eles dizem que o perfil é de uma menor de idade, e pedem dinheiro para o tratamento psicológico dela.

Para pressionar ainda mais a vítima, um falso policial entra na conversa, e reforça que o homem pode ser preso por pedofilia. A identidade do delegado Lucas foi utilizada nesse ponto da prática criminosa. 

Polícia prende homem que gravava relações sexuais e extorquia mulheres no Vale 

Os boletins de ocorrência registrados na comarca com esse tipo de crime serão anexados à uma investigação em andamento da Diretoria Estadual de Investigações Criminais (DEIC/SC).

- Provavelmente os criminosos são do Rio Grande do Sul, o código de DDD é 51 e o sotaque é característico nos áudios - explica da Rosa.

Homem preso em SC por extorsão e ameaça de divulgar fotos íntimas de ex é condenado 

O delegado reforçou o pedido para que as pessoas tomem cuidado com o envio de fotos íntimas nas redes sociais. Em caso de tentativa de extorsão, a indicação é registrar um boletim de ocorrência.

Colunistas