nsc

publicidade

Em Florianópolis

Demora para chegada de draga atrasa início do alargamento da praia de Canasvieiras

Equipamento chegou nesta quarta a Florianópolis, com mais de duas semanas de atraso; prefeitura espera nova máquina para reforçar operação e cumprir prazo

03/10/2019 - 18h00 - Atualizada em: 03/10/2019 - 20h48

Compartilhe

Redação
Por Redação DC
draga para alargamento da faixa de areia em Canasvieiras, Florianópolis
Primeiros testes com o equipamento em Canasvieiras foram realizados nesta quinta-feira (3)
(Foto: )

A máquina que fará a dragagem da areia para o alargamento da praia de Canasveiras, em Florianópolis, chegou à Capital por volta da meia-noite desta quarta-feira (2), com mais de duas semanas de atraso em relação ao previsto inicialmente pela prefeitura. Os primeiros testes com o equipamento foram realizados no Norte da Ilha nesta quinta (3). Apesar do imprevisto, a prefeitura mantém a promessa de entregar a obra até 20 de dezembro.

Segundo o secretário de Infraestrutura de Florianópolis, Valter José Gallina, o atraso ocorreu por conta de problemas na liberação do equipamento em Porto Alegre e também por uma necessidade de ajustes na embarcação, que foi enviada a Navegantes, no Vale do Itajaí, para receber os reparos antes de chegar à Capital. Desde o começo de setembro, os trabalhos de preparação já eram realizados no local, com a instalação de tubos e a operação de máquinas.

Nesta quarta, informou ainda o secretário, a máquina realizou os primeiros testes de sucção de areia na jazida submarina de onde serão retirados os 350 mil metros cúbicos necessários para a operação de alargamento. Segundo Gallina, a dragagem de fato começa nesta sexta (4).

Por conta do atraso para o início da obra, a prefeitura solicitou à empresa responsável pelos trabalhos uma nova máquina para reforçar a dragagem. De acordo com o secretário Gallina, sem o reforço de outro equipamento ficará inviável cumprir o prazo de entrega, previsto para 20 de dezembro.

— Fizemos um apelo para termos mais uma draga na operação. A empresa responsável pela obra deve viabilizar a chegada dela até o final de outubro. A nossa previsão segue entregar a obra entre 20 e 23 de dezembro, para não impactar na temporada — disse o secretário.

Gallina também afirmou que a necessidade de uma nova draga não irá impactar no orçamento previsto do alargamento, que é R$ 10,5 milhões.

draga
Draga hopper foi trazida de Porto Alegre. Máquina fará a retirada da areia de uma jazida no mundo do mar
(Foto: )

Faixa ganhará mais 40 metros

Segundo o engenheiro Pedro Tognozzi Vieira da Cruz, responsável pela obra, a faixa de areia da praia de Canasvieiras ganhará em média mais 40 metros de profundidade entre a Ponta dos Morrotes e o trapiche — atualmente, a extensão é de cerca de 10 metros.

O alargamento será feito com areia retirada de uma jazida no fundo do mar, localizada a cerca de 1 km da costa. Serão utilizados 350 mil metros cúbicos de areia para concluir a operação. O alargamento começará pela parte Oeste da praia, na Ponta dos Morretes, e seguirá até o trapiche, em uma extensão de aproximadamente 2,4 km.

Alargamento em detalhes

a obra em detalhes
(Foto: )

Ainda não é assinante? Assine e tenha acesso ilimitado ao NSC Total, leia as edições digitais dos jornais e aproveite os descontos do Clube NSC.

Deixe seu comentário:

publicidade