nsc

publicidade

Daniel Leipnitz

Desenvolvimento para o ecossistema: CTG Brasil investe R$ 2,4 milhões em Santa Catarina

Parceria cria laboratório de inovação Digital Innovation Lab para gerar inovação dentro dos processos da multinacional

18/09/2019 - 06h25

Compartilhe

Por Tech SC
(Foto: )

(Foto: )

No dia 11 e setembro a Associação Catarinense de Tecnologia (Acate) lançou oficialmente um projeto de pesquisa e desenvolvimento com a CTG Brasil, segunda maior geradora privada do setor elétrico brasileiro e presente em 47 países. O foco é levar inovação para dentro da multinacional. A CTG tem o entendimento de que futuro da produção, distribuição e consumo de energia vai passar por soluções digitais. Com base nisso, a parceria firmada busca fomentar a inovação e a transformação digital dos negócios da geradora.

Assim, será implementado o Digital Innovation Lab, que conta com a expertise dos times de inovação da Acate para auxiliar neste desenvolvimento e acelerar projetos já existentes da área de Tecnologia da Informação (TI) da CTG. Serão aplicadas metodologias de gestão como Lean Startup, Design Thinking e Scrum, e estes conceitos serão amplamente disseminados entre os colaboradores da empresa.

Para nós da Acate é muito gratificante perceber este reconhecimento e a busca da CTG pela nossa experiência para gerar essa inovação. Afinal, há mais de 35 anos, quando a Acate foi fundada, boa parte das empresas que iniciaram o nosso ecossistema em Santa Catarina eram do setor de energia, o que mostra a conexão existente entre o setor e a associação. Serão R$ 2,4 milhões investidos no nosso ecossistema, trazendo muitas possibilidades de agregar e desenvolvê-lo ainda mais.

O relacionamento da CTG com o Brasil vem de muito tempo, apesar de a empresa ter entrado no mercado brasileiro há apenas cinco anos. Para viabilizar o projeto de sua primeira usina hidrelétrica, a imponente Três Gargantas, na China, a multinacional contou com tecnologias utilizadas na construção da usina de Itaipu.

Este compartilhamento de tecnologia e ideias favorece muito a competitividade, conceito amplamente debatido nos dias de hoje. Nós entendemos que ser competitivo não é uma opção, mas uma questão de sobrevivência. Se esforçar para garantir competitividade para a sua empresa no futuro passa pelo investimento em inovação no presente, como o que busca a CTG com esta parceria.

Um ecossistema bem estruturado é uma das melhores ferramentas para se criar inovação, por isso, acreditamos no potencial dessa parceria com a CTG, e entendemos que teremos bons frutos. E por que esse contexto é tão favorável? Porque ele permite tentativas e erros. Como sinalizou o vice-presidente corporativo da CTG Brasil, José Renato Domingues, é preciso errar muito para aprender e entender a inovação. Primeiro é preciso identificar problemas, para que se possa passar pela ideação de soluções, realizar os testes e, enfim, encontrar o produto ideal.

Tech SC: fique por dentro do universo da tecnologia em Santa Catarina​​

Temos em Santa Catarina um ecossistema bastante conectado e unido, em que as empresas colaboram entre si, e o nosso trabalho hoje é focado em resultados. Estamos muito felizes e honrados com esta parceria e estamos também comprometidos em realmente concretizar a transformação digital da CTG, do mindset dos executivos e do dia a dia da empresa, levando ideias novas que possam ser aproveitadas. Isso vai fazer toda a diferença e estamos muito felizes com isso.

*Daniel Leipnitz é presidente da Associação Catarinense de Tecnologia (Acate)

​Ainda não é assinante? Assine e tenha acesso ilimitado ao NSC Total, leia as edições digitais dos jornais e aproveite os descontos do Clube NSC.

Deixe seu comentário:

publicidade