Um homem de 36 anos que estava foragido do sistema prisional de Santa Catarina desde o último dia 1º de janeiro, quando deveria ter retornado de uma saída temporária de fim de ano, foi flagrado em uma praia de Balneário Arroio do Silva, no Litoral Sul catarinense, na última terça-feira (9). Ele tomava sol na faixa de areia quando acabou rendido por uma guarnição da Polícia Militar (PM).

Continua depois da publicidade

Siga as notícias do NSC Total pelo Google Notícias

A localização do foragido foi denunciada por um agente prisional que também estava na praia do Mariscão e se deparou com o detento. Ele ligou então ao 190 para tratar do paradeiro do reeducando.

Condenado por vários roubos, o homem havia recebido permissão da Justiça para a “saidinha” a partir de 25 de dezembro, mas não cumpriu o prazo de retorno ao sistema prisional.

O detento foi levado de volta ao Presídio Regional de Araranguá, também no Litoral Sul de Santa Catarina. O nome do homem não foi informado, o que impede que a defesa dele seja localizada.

Continua depois da publicidade

Sistema prisional de SC tem 63 foragidos de saída temporária

Ao longo das festas de fim de ano, 2.239 detentos foram autorizados à saída temporária em Santa Catarina, de acordo com a Secretaria de Administração Prisional e Socioeducativa catarinense (SAP). Destes, 63 pessoas não cumpriram o retorno estipulado às unidades prisionais, sendo agora considerados evadidos do sistema prisional. O grupo foragido representa 2,77% dos presos com o benefício.

A saída temporária é um direito de reintegração social previsto pela Lei de Execução Penal (LEP). O benefício é restrito a apenados que atendem uma série de critérios. Pessoas condenadas que cumprem pena por praticar crime hediondo que tenha causado morte, por exemplo, não têm autorização para sair.

A “saidinha”, como é popularmente chamada, é cedida apenas ao apenado que cumpre regime semi-aberto, pretende visitar a família, estuda e participa de atividades para retorno ao convívio social.

Leia mais

População LGBTI+ em presídios de SC sobrevive sob violência institucional e ameaça de facções

Continua depois da publicidade

Dupla é flagrada transportando poste em carrinho de supermercado em SC

Amizade termina com morte a socos e facadas em SC após suspeita de traição

Destaques do NSC Total